Dois pneus furados

Você sabe lidar com imprevistos? Quem não sabe, precisa aprender, afinal, o risco de furar um segundo pneu na mesma viagem não é impossível de acontecer

“É impossível percorrer a estada do sucesso sem trocar um ou dois pneus furados” (Jonh Mason)

A liderança está mais para uma estrada cheia de buracos do que uma autopista com dupla camada de asfalto. Os buracos são os imprevistos, as mudanças inesperadas e até mesmo as falhas não previstas em projeto. Já dizia o ditado popular que ‘errar é humano.’ E, uma boa adaptação dessa frase seria ‘errar faz parte da liderança.’ E esse erro pode ser do líder, da equipe ou de um conjunto de situações que nos fazem, de vem em quando, parar para trocar um ou dois pneus – usando a linguagem de Jonh Mason.

Se trocar um pneu já é difícil, imagine trocar dois. De fato, há situações que são tão inusitadas que simplesmente não temos um ‘estepe’ – ou seja, uma solução fácil e rápida. Não sabemos o que fazer, nunca nos preparamos para resolver tal situação e aí vem a necessidade de ser criativo, inovador, ter percepção da situação e com sabedoria achar uma solução ou então criar algo que resolva a situação.

Quando a estrada está muito esburacada – como em tempos de crise – é bom estar atento pois a possibilidade de pneus furarem é muito grande. Manter-se atento e preparado é importante, mas, nunca é o suficiente. Um segundo pneu poderá furar e aí não haverá estepe. O que fazer? Só mesmo experiência aliada àquilo que somente bons líderes tem – percepção – servirá para garantir que o percurso seja percorrido e os objetivos sejam alcançados. Percepção, segundo Jonh Maxwell, é a arte de olhar rapidamente ao redor e entender o que pode ser feito para resolver algo com rapidez e eficiência. Possivelmente será sua percepção que servirá para trocar o segundo pneu furado.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento