Dois caminhos, dois destinos
Dois caminhos, dois destinos

Dois caminhos, dois destinos

O destino cobra o preço! A vida é realmente feita de escolhas

Uma juíza encontra no banco dos réus um amigo de infância que estudou na mesma escola do ensino fundamental. O acusado sentiu uma vergonha sem precedentes e chorou copiosamente, pois estava ali diante de uma juíza que teve as mesmas oportunidades que ele, mas foram separados pelo destino. A diferença é que ela trilhou por um caminho do estudo, da persistência, da família, da perseverança e ele, escolheu o caminho do fracasso e também o caminho sem volta das drogas.

Outro dia eu escrevei um artigo aqui no Administradores.com sobre as razões do fracasso (leia aqui) que relata exatamente porque algumas pessoas conseguem o seu sucesso e outras não. Mostro a questão de deixar se contaminar por más influências, não aprender com os erros, não ser educado e parar de aprender, não ter nenhuma determinação, não ter fé, ser incoerente, não fazer por merecer, se abater com o "não", deixar que seus medos sejam maiores que seus sonhos, entre outras.

Na verdade o sucesso não é somente fruto do talento, para ter sucesso em uma carreira é preciso muita determinação, disciplina, atitudes, estudo e escolhas. Pois bem, foram essas escolhas que separam esses jovens quando estudavam juntos.

Hoje está de um lado Arthur Booth, que é suspeito de roubar um carro e assaltar uma residência e do outro, a juíza Mindy Glazer que terá que decidir a sentença dele. Ela pergunta: "Você estudou na escola Nautilus?". O choro dele é de vergonha, choro de arrependimento, choro de ter levado um soco no estômago. O destino cobra o preço! A vida é realmente feita de escolhas. Emocionante!

Tirem suas próprias conclusões:

Diálogo

“Você estudou na escola Nautilus?”, perguntou a juíza Mindy Glazer ao acusado Arthur Booth.

O homem também reconheceu a juíza e caiu em lágrimas.

Lamento por vê-lo aqui. Sempre quis saber o que aconteceu com o senhor. Esse é o garoto mais legal da escola. Ele foi o melhor garoto da escola”, disse Mindy Glazer, enquanto o acusado chorava emocionado.

Eu costumava jogar futebol com ele e todas as crianças e olha o que aconteceu. Eu sinto muito por ver isso”, contou a juíza.

Assista o vídeo deste encontro:

Fonte: Extraído do vídeo de matéria da GloboNews / g1.globo.com

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento