DNA profissional

Sabermos quem somos de forma profunda, nos ajuda a fazer escolhas mais acertadas na vida, em seus vários aspectos. O autoconhecimento é sempre uma vantagem. Há questionamentos que as pessoas nunca se fazem, ou sequer têm noção que deveriam saber sobre si mesmos. Há pessoas que quando sabem o que querem, muitas vezes não sabem oferecer uma proposta de valor ao seu cliente e para seu público. O que se é, o que se quer e o como está sendo percebido são questões essenciais que todo profissional deveria saber. Saiba porque, neste texto.

Você sabe quais são os seus talentos? As suas competências e habilidades, aquilo que você faz melhor que a maioria das pessoas.. Aquilo que faz você ser lembrado (a) para ajudar sempre que alguém precisa desse talento.. Você tem clara noção daquilo que te dá muito prazer na vida? E que ao mesmo tempo você pode oferecer ao mundo? Você conhece o tipo de personalidade que você tem? Você é investigativo (a)? Criativo (a)? Sociável? Sabe se você reage bem sob pressão? Como é o tipo de ambiente que você gosta de trabalhar? O que é trabalho para você? Qual é o propósito da sua carreira, onde você quer chegar? E depois?

Essas são algumas das perguntas que você deve se fazer para verificar se você conhece a sua identidade ou DNA profissional, a sua essência. Ao conhecer e ter claro quem você é e onde quer chegar, alinhando como será esse processo, você investirá energia na direção dessa realização sem perder tempo com atividades desnecessárias ou sendo excluído do mercado porque não é assertivo sobre quem é e faz. Ajustar a imagem para expressar todo o seu talento é fundamental, pois, é através dela nosso primeiro contato com o mundo, e o meio pelo qual somos julgados e percebidos. Após isso, você precisa se perguntar: ofereço o meu talento ao mundo de forma atrativa? Tenho uma proposta de valor para os meus clientes? Tenho um planejamento para o meu negócio, seja empreendendo ou intra empreendendo?

Saber de forma consciente quem somos, e expressar nossas melhores qualidades a quem nos interessa, principalmente, nos permite ter uma vantagem competitiva, já que poucos possuem esse entendimento. E gerar dúvida sobre nossas capacidades e comportamentos nos afasta daquilo que poderia ser a oportunidade ideal.

Publicado originalmente no blog Aline Cardoso

ExibirMinimizar
Digital