Dicas para driblar a crise

Basta ligar a TV ou abrir sites na internet que vemos ou lemos a dificuldade financeira que nós brasileiros estamos enfrentando. Preços aumentando, empresas demitindo e investimentos sendo deixados de lado, pois, estamos numa fase instável que não sabemos o que está por vir nos próximos dias, meses ou anos.

Cortamos os gastos com Energia Elétrica e ela continua alta, cortamos gastos supérfluos e como comentei com amigos, só nos resta cortar os pulsos, mas é claro que essa ideia é apenas uma brincadeira e não apoio esse tipo de prática.

Pensando nisso, e em como podemos viver bem e economizar ainda mais, elaborei algumas dicas e quero compartilhar com vocês. São simples e pode ajudar quem está querendo driblar a crise e ainda assim viver bem.

  1. Lista de supermercado

Elabore uma lista do que você realmente consome no período de 1 mês, seria um “Controle de Estoque”, liste o que você tem, o que consome e quando for ao supermercado, compre apenas os produtos para repor. Ficaria assim:

Quantidade Usual

Aqui se coloca quanto de determinado produto você utiliza no mês, ou no período que desejar

Quantidade de Segurança

Quanto precisa ter para não ser pego de surpresa

Quantidade Total

Quantidade Usual + Quantidade de Segurança

Quantidade atual

Quanto realmente tem

Quantidade de compra

Quanto precisa comprar

Parece complicado, porém não é. Segue um exemplo: você utiliza um pacote de arroz por mês, então o controle ficaria da seguinte forma:

Produto

Arroz 5Kg

Quantidade Usual

1

Quantidade de Segurança

1

Quantidade Total

2

Quantidade atual

1

Quantidade de compra

1

Você precisa ter dois pacotes no armário, um para uso no mês e outro para ter segurança, no estoque. Se tiver apenas um, pode decidir se compra ou não. No exemplo acima coloquei como se fosse necessária a compra.

  1. Compra Compartilhada

Em muitos casos, se você tem uma família grande e costuma comprar em grandes quantidades, vale se juntar a duas ou mais famílias e comprar alguns produtos em atacadistas. Um exemplo – por experiência – foi o preço do café por exemplo: Em um determinado Supermercado estava pelo valor de R$ 8,50 já em um atacadista estava por R$ 7,50.

  1. Pesquisa

Este item é praticamente desnecessário, mas vale lembrar que é gritante a diferença de preço de um estabelecimento para outro num mesmo bairro, portanto vale a pena pesquisar, andar, pechinchar.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento