Dicas de finanças para universitários

Na universidade pode se tornar um desafio manter suas finanças e ainda acompanhar todas as aulas. Mas as nossas dicas irão ajudá-lo

Quando se entra na universalidade várias portas se abrem para o estudante, afinal, essa é uma nova fase da vida que inclui não apenas os estudos, mas também grandes descobertas. E por os bancos enxergam os universitários como uma grande oportunidade de conseguir novos clientes.

Tornar-se ciente de um banco não é ruim, porém o grande problema é que os universitários muitas vezes não estão acostumados a administrar as suas contas e conseguem um crédito muito maior do que podem pagar. Se não houver atenção nesse ponto, antes mesmo de terminar o curso, esse estudante pode estar com uma dívida enorme.

Cuidado com o cartão de crédito e cheque especial

Essas são grandes armadilhas pela facilidade de uso e pelos altos juros. Eles podem te salvar em um momento de emergência ou uma situação difícil, porém não devem ser usados a toda hora.

Uma dica é sempre conhecer bem os limites e saber o quanto se está utilizando. Em relação ao cartão de crédito, sempre pague o valor total da fatura, mesmo que o orçamento esteja apertado. Para não cair em tentação, evite andar com ele na carteira.

Cuidado com o aluguel

Quem vai morar fora de casa nessa época deve se atentar ao aluguel. Dificilmente, você conseguirá ter todo o conforto e privacidade que tinha na casa de seu pais, por isso se conforme com um local mais modesto.

Estabeleça um limite para gastar com essa despesa a fim de não comprometer as demais contas. Uma boa forma de economizar é morando em repúblicas ou em quitinetes, nas quais os preços são mais acessíveis.

Não exagere nas baladas

Estar na faculdade e não ir para a balada é muito raro, porém essas acabam sendo uma das maiores despesas para os estudantes. Existe o gasto com a entrada, bebida, estacionamento e outras coisas que podem fazer com que em uma noite se gaste muito sem nem ao menos perceber.

Cortar as baladas pode ser radical demais, afinal você estuda tanto e precisa também se divertir. O que pode ser feito é diminuir o número de baladas ou então optar pelas que têm um preço mais acessível.

Trabalhe

Trabalhar e estudar não mata ninguém, pelo contrário, é possível conciliar os estudos e ainda levantar uma grana extra para não ficar dependendo dos pais.

Os estágios são uma ótima opção para quem não tem experiência e ainda deseja se aprofundar mais na profissão escolhida. As bolsas de estágio podem variar bastante, mas em contrapartida permitem colocar em prática os conceitos aprendidos em sala e possuem uma jornada de trabalho de, no máximo, 30 horas semanais. Com isso sobra tempo para outras atividades.

Material didático

Serão necessários muitos livros durante todo o curso e isso pode pesar no orçamento. Uma alternativa é optar por livros usados. Em muitas universidades os próprios alunos organizam algumas feiras para venda ou troca de livros. Se não for esse o caso, procure pelos sebos da sua cidade ou até mesmo na internet.

Com essas dicas você evita ficar com dívidas na faculdade e se forma tranquilamente.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento