Dez conselhos que qualquer um pode seguir para ser mais inovador e bem sucedido

As dicas tiveram base em obra de Carmine Gallo sobre Steve Jobs

Baseado na resenha do livro: “Inovação – A Arte de Steve Jobs”, de Carmine Gallo:

1. Veja-se como alguém inovador. A inovação significa simplesmente um novo modo de fazer as coisas com um resultado positivo. Ou seja, qualquer um consegue, seja em pequena ou larga escala. A inovação não é algo relegado às marcas globais. A maior inovação de Steve Jobs – um computador para pessoas comuns – se deu quando ele e seu colega de escola, Steve Wozniak, estavam montando placas de circuitos na casa dos pais de Jobs. A luta de Jobs com a mãe pelo espaço da cozinha não foi um impasse, ele sempre viu a Apple como uma marca que mudaria o mundo. Perguntas coaching: De 0 a 10, como você se enxerga como alguém inovador? Que possíveis ações você pode fazer para gerar e defender novas idéias?

2. Faça o que você ama. Quando pediram a Steve Jobs conselhos para jovens mpreendedores, ele disse: “Eu acho que você deveria trabalhar como lavador de pratos até achar algo pelo qual você seja realmente apaixonado”. “Tenha coragem de seguir seu coração” foi o conselho de Jobs para alunos de Stanford em 2005. “Você tem que descobrir o que você ama. Se ainda não achou, continue procurando. Não se acomode.” Você não criará inovações que mudarão o mundo, a menos que esteja engajado de verdade na evolução da sociedade. Perguntas coaching: O que de produtivo você gosta/consegue fazer por horas e horas sem ver o tempo passar? Além de você, quem vai se beneficiar com o fruto desse trabalho?

3. Deixe seu legado. A paixão é o combustível para atingir o objetivo, mas é com a visão que se chega ao destino final. Quando Steve Jobs viu a demonstração de um protótipo inicial de uma interface gráfica de usuário, em um laboratório de pesquisa da Xerox em 1979, ele percebeu que isso o ajudaria a concretizar sua visão de disponibilizar um computador às mãos de pessoas comuns. Jobs uma vez comentou que a Xerox poderia ter dominado a indústria da informática, mas sua visão era limitada à construção de uma nova copiadora. Duas pessoas podem ver a mesma coisa e percebê-las diferentemente, dependendo da visão. Perguntas coaching: Como você quer ser reconhecido quando partir? Qual uma pequena (ou grande) ação que você pode fazer diariamente para provar que esta indo nessa direção?

4. Ponha o cérebro para funcionar. De acordo com Steve Jobs, a criatividade conecta as coisas. Ele é uma pessoa criativa em parte devido ao fato de ter buscado por toda a sua vida por experiências novas e originais: estudou caligrafia, visitou um ashram, observou utensílios de cozinha na Macy's ou estudou a experiência de atendimento ao cliente no Hotel Four Seasons. Jobs não “roubou” idéias, apenas deu novas aplicações em seu campo. Bombardeie seu cérebro com novas experiências fora do seu campo de atuação. Perguntas coaching: Liste sua rotina semanal. O que você pode fazer de diferente em casa ou no trabalho amanha, no próximo final de semana, nas próximas férias, ect.?

5. Venda sonhos, não produtos. Ao final de sua primeira apresentação principal em 1997, quando Jobs retornou à Apple, depois de uma ausência de 12 anos, ele pausou e disse, “Nós atenderemos às pessoas que vêm comprando nossos produtos desde o início. Muitas vezes essas pessoas são taxadas por loucas. Mas nessa loucura, nós vemos genialidade.” Ajude seus clientes a liberarem seu gênio interior e você os conquistará. Perguntas coaching: Você é capaz de se colocar no lugar daqueles que você serve (seu cliente, patrão, filhos, conjugue)? O que você poderia fazer para superar as expectativas deles na próxima vez que eles o virem?

6. Diga não a mil coisas.
Na ocasião em que Mark Parker assumiu como CEO da Nike, ele ligou pedindo conselhos a Steve Jobs. Jobs respondeu: “Livre-se de todo o lixo adicional e foque no que presta”. Ninguém jamais recebeu um conselho tão bom. Perguntas coaching: O que você faz que gera mais resultados positivos na sua vida? O que parece estar apenas te atrasando? Como você vai fazer para eliminar ou substituir isso?

7. Busque a simplicidade.
O guru de design da Apple, Jonathan Ive, refletiu a abordagem de Jobs em design de produto quando afirmou: “Estamos absolutamente comprometidos tentando desenvolver uma solução que seja simples, porque como seres físicos, nós entendemos o que é claro.” Quando conseguir criar um produto como o iPad, tão simples que até uma criança de dois anos possa utilizar, você saberá que está no caminho certo. Perguntas coaching: O que você pode fazer para “descomplicar” a vida de quem interage com você? O que você pode fazer para dar mais autonomia a elas?

8. Crie experiências insanamente diferentes.
A Apple Store elevou o nível em termos de atendimento ao cliente. A meta da Apple não é “produzir motores”, é “enriquecer vidas”. Comece a enriquecer as vidas e veja as vendas decolarem. Perguntas coaching: O que você pode fazer para que as pessoas que te encontrem queiram te encontrar novamente? Que tal escrever uma frase ou lema pessoal que chegue além do tangível?

9. Controle a mensagem.
Você pode ter a maior ideia do mundo, mas se não conseguir convencer ninguém, não adianta. Steve Jobs é o maior contador de histórias do mundo corporativo. Suas apresentações informam, instruem e entretém. Suas técnicas de apresentação são minuciosamente detalhadas no 1° livro de Carmine “Faça como Steve Jobs”. Perguntas coaching: O que é importante para seu público (clientes, chefe, filhos, namorado, esposa, etc.)? Como você pode passar para eles (de forma simples e criativa), que os entende e será capaz de atender suas demandas?

10. Sonhe mais alto.
Quando um executivo da Disney que tinha a atribuição de repaginar as Disney Stores pediu conselhos a Steve Jobs, ele recebeu como resposta, “Sonhe mais alto.” Jobs sempre sonhou mais alto, e segundo ele, isso fez toda a diferença. Perguntas coaching: O que é importante para seu público (clientes, chefe, filhos, namorado, esposa, etc.)? Como você pode passar para eles (de forma simples e criativa), que os entende e será capaz de atender suas demandas? Talvez sonhar mais alto seja a maior lição que podemos aprender com Steve Jobs. Ver genialidade na loucura. Acreditar em si mesmo e em sua visão, e estar constantemente preparado para defender suas crenças. E você, quer agir mais como Steve Jobs? Saiba que toda sua vida foi uma intensa “ZONA DE DESCONFORTO”, e foi isso que o tornou um grande gênio. O coaching é o melhor processo para quem esta com dificuldade em inovar e desenhar um propósito para sua vida. Inovação = fazer diferente + agir que um grande parentesco com mudança e transformações positivas ou seja, 100% coaching. Se quiser ser mais como Jobs, contrate um coach e vá além do que imaginou.

ExibirMinimizar
Digital