Deus se preocupa com suas finanças

Consumir é bom e satisfatório, porém, quando este foge do controle pessoal, pode ser altamente prejudicial para o bolso e saúde.

Deus não é contra o homem possuir dinheiro, posses ou bens, e sim contra o fato do homem ser possuído por estes. É inegável que quando o desequilíbrio financeiro bate à porta, as demais áreas de sua vida tendem a sofrer influência negativa ocasionando conflitos, discussões, insatisfações e forte sentimento de fracasso. E não só nestas áreas, o ciclo avança para outros campos do viver do indivíduo, afetando sua produtividade na empresa, faculdade, família e até mesmo na igreja.

Deus nunca desejou que seu povo venha viver na linha da pobreza ou miséria. Em contrapartida, é justamente esta a condição de muitos cristãos. Infelizmente por não administrarem corretamente seus recursos financeiros, chegam a experimentar um relacionamento superficial com Deus, duvidando de fato de suas promessas de provisão, sustento e prosperidade.

Paulo exorta ao cristão, dizendo: " O que furtava não furte mais; antes trabalhe, fazendo algo de útil com as mãos, para que tenha o que repartir com quem estiver em necessidade".( Efésios 4:28). Com isto entendemos que Deus quer que tenhamos o suficiente para viver e também para compartilhar com aqueles que necessitam de nossa ajuda.

Se há uma realidade que casa com o que a bíblia ensina sobre prosperidade é a de que "o trabalho honesto é abençoado por Deus." - Deus não quer que seu povo enriqueça ilicitamente, tanto que a bíblia diz que "os bens que facilmente se ganham, esses diminuem". (Pv 13:11), e " o que é ávido por lucro desonesto, transtorna a sua casa". (Pv. 15:27).

Boa parte das pessoas vivem nos limites de suas rendas. Muitas acreditam que para viverem melhor precisam acertar na loteria, ou de um emprego que lhes proporcione um mega salário que lhes impeça de passar privações, apertos ou necessidades. O problema de pensar assim, está no foco dado ao pensamento errado de que para ser rico, é necessário ter muito dinheiro para fazer o que se quer, precisa e sonha.

Uma grande verdade é que maioria das pessoas que hoje são ricas, já foram financeiramente pobres um dia, mas aprenderam um princípio:

Riqueza não depende de quanto eu ganho, mas em como eu gasto o dinheiro que eu ganho.

Evite o estilo de vida consumista, que compra o que não precisa simplesmente pelo status, vaidade ou satisfação do ego. Agindo assim, estará dando seus primeiros passos para uma vida próspera.

Acredite!

MAIS ARTIGOS DO AUTOR

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento