Desconstruindo a Liderança

O que vamos citar aqui será o novo perfil de líder e liderança, vamos começar do zero, mas tendo como base a história para podermos reconstruir um novo líder.

Herdamos de nossos antepassados a maneira de como vemos, percebemos, sentimos, agimos e somos a liderança. Começamos por necessidade de sobrevivência, sozinhos éramos presa fácil, então, para isso, encontramos a primeira saída - A formação de grupos e, aqui o objetivo era simples e claro, manter-se vivo e essa liderança em seu momento teve sucesso, pois a espécie sobreviveu, mas percebemos que podíamos mais.

E, então, por algum motivo em determinado período aconteceu uma grande ideia, vontade, desejo, força (será que saberemos a real razão) de criar raízes e com ela uma nova liderança - A conquista por território e, aqui o objetivo era bem definido, quanto maior o território, menor a escassez de alimentos, melhor a vida ao grupo e, percebemos que podíamos mais. Por fim, a razão entra de vez nesse jogo com a emoção e, juntas elevam esse jogo para um novo nível. As habilidades individuais e o conhecimento vestem uma nova máscara. O individualismo aparece e, com ele o grupo se dividiu em subgrupos e com isso uma nova liderança - A hierárquica, com vários objetivos, mas entre eles um fundamental, ser o líder e comandar e direcionar ações.

As mudanças estão acontecendo a cada REM (Rapid Eye Movement ou Movimento Rápido do Olho) ou melhor, num piscar de olhos e, como tudo é movimento e nada é estático, acompanhar o tempo é preciso e, se moldar a ele para se ter mais resultado na nova forma de se liderar é necessário. Não podemos mais agir no modelo binário, bom/ruim, bem/mal, certo/errado, punição/recompensa, entre outros.

As ações precisam ser conjuntas. Na história da evolução humana já estudamos os vários tipos de liderança, Maquiavel que não nos ouça, líder por imposição, poder, dinastia e por ai vai.

O que vamos citar aqui será o novo perfil de líder e liderança, vamos começar do zero, mas tendo como base a história para podermos reconstruir um novo líder.

Esse novo líder sem rótulos, sem ego e sem vaidade, que aproveita o ambiente e por ele se destaca.

Mas, você vai me perguntar, como isso é feito?

Desenvolvendo as habilidades psíquicas e físicas, técnicas emocionais com ações que envolvam todos os sentidos que possuímos para a conexão do encontro de corpos e energias diários.

Vamos a um passo a passo da vida real em direção ao melhor de nós.

As habilidades aumentam de acordo com a prática e ritmo de treinamento. Isso aguça os seus sentidos e, por meio dessa capilaridade corporal, descargas elétricas, pressão arterial, oxigenação e fluxo sanguíneo passam todas as percepções e sensações (experiências) ao cérebro, que por sua vez condiciona ao corpo uma forma automática de ação.

Estamos na era da informação e acabamos de desconstruir o antigo líder e tudo que considerávamos verdade, sólido e padrão foram juntos e, para que esse novo líder apareça e se defina como tal, é necessário algo essencial, a reflexão. Ela é o filtro que torna informação em conhecimento, entendimento em resultado, sobre como tirar o melhor de fora (externo) para potencializar e aperfeiçoar suas habilidades internas, assim, buscando o ambiente específico para o seu desenvolvimento, as melhores fontes para matar sua sede e o caminho e direção a trilhar.

Somos parte da natureza, somos natureza com sinapse e precisamos evoluir. A colaboração e a reflexão é o caminho para que o novo líder atinja novos padrões e evolua de acordo com o momento que atua em sociedade, no agora, com base no passado e com propósito no outro e futuro.

Seja bem vindo Líder de si mesmo... Seja bem vindo Líder sem rótulos!

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento