Descobrindo seu potencial

Podemos considerar a autoconfiança como um comportamento humano que é essencial para o sucesso

De acordo com o dicionário[1], autoconfiança pode ser definida como: confiança em si mesmo.

Ou seja, podemos considerar que a autoconfiança faz referência à segurança que o indivíduo tem em relação à sua própria capacidade, independentemente da circunstância com que ele se depara.

Uma pessoa que é autoconfiante tem uma forte convicção e certeza em si mesma, demonstrando calma, paz e autoconsciência, estando constantemente associada a certos conhecimentos e habilidades natas ou adquiridas.

Podemos considerar a autoconfiança como um comportamento humano que é essencial para o sucesso.

Mas como saber se eu tenho ou como anda minha autoconfiança?

Quando apresentamos discursos internos negativos que nos levam a questionar nossas potencialidades, estamos demonstrando uma autoconfiança baixa.

Na prática, são aquelas frases do tipo:

“Será que realmente eu sou capaz de....”

“Eu nunca vou conseguir fazer ....”

“Eu jamais serei tão ..... quanto ele.”

“Existem tantas pessoas mais preparadas do que eu para fazer...”

“Aquela pessoa me elogiou só porque ...”

Que tal darmos uma pausa para você tentar desvendar a maneira como se vê?

Responda às perguntas abaixo:

Qual é o grau de autoconfiança que você tem em si mesmo?

Você se sente confiante em seu ambiente de trabalho / escola / família?

Qual é o seu grau de confiança no que diz respeito a uma apresentação em público, conversar com um estranho ou até mesmo pedir uma informação?

Você se sente confiante na grande maioria das situações que você enfrenta no seu dia a dia?

Muito bem, espero que essas reflexões estejam ajudando você em sua busca pelo autoconhecimento. Mas eu quero lhe perguntar algo: você já ouviu falar sobre o tema diálogo interno?

Diariamente (e, por que não falar, durante a maior parte do nosso tempo), conversamos internamente com nós mesmos. A cada situação que enfrentamos surgem pensamentos, declarações, crenças, etc, que nos levam a ponderar sobre uma infinidade de coisas. A esses discursos, damos o nome de diálogo interno.

Ele é aquela vozinha que surge em sua mente quando, por exemplo, você está dormindo e o despertador toca para que você se levante para trabalhar. De repente, surge a voz: “Nossa, é tão cedo, porque você não fica só mais cinco minutinhos na cama?”; ou aquela voz que aparece quando você está de dieta e surge um brigadeiro em sua frente: “Vai, é só um brigadeiro, não vai ter mal nenhum em comê-lo, afinal, você trabalhou tanto hoje, está super estressado, você merece!”

É muito importante analisar o conteúdo do nosso diálogo interno, pois essa conversa reflete nossas emoções e pensamentos. Em outras palavras, os diálogos internos determinam claramente a forma como você se vê. Podemos considerar que eles se desenrolam em três tipos de atitudes que nos levam a perder a nossa autoconfiança:

1) O indivíduo continuamente está se comparando com outras pessoas e sempre acredita que está abaixo;

2) O indivíduo recebe inúmeros julgamentos negativos de amigos ou familiares, e após tantas repetições ele acredita que esses conceitos são verdades;

3) O indivíduo analisa apenas as suas fraquezas e despreza seus pontos positivos, a tal ponto de isso paralisá-lo.

Então, conseguiu identificar em que situação você se encontra?

Tenho uma boa e uma má notícia para você... Qual você quer primeiro?

Bem, vou começar pela boa (lamento se você escolheu a má primeiro...rs).

A boa notícia é que exatamente agora, neste instante, você pode começar a mudar a sua visão a seu respeito e despertar todo seu potencial para alcançar seus objetivos.

A má (que não é tão má assim) é que isso vai mudar drasticamente a sua visão a seu respeito e tirar você da sua zona de conforto. Você deve estar se perguntando: “que mal há nisso?” Acontece que muitas pessoas não querem mudar, tem medo da mudança, porém, se esquecem de que ela é fundamental para nossa constante evolução.

Então, que tal vencer seu dialogo interior negativo e partir em uma jornada na busca pelo autoconhecimento?

Para começar a jornada basta um passo...

[1] Fonte: http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=autoconfian%E7a

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento