Defender menor é fácil, manter a educação é difícil

Uns dos slogans mais usados dentro do governo de varias instancias é “Pátria Educadora”, seria legal se isso fosse uma realidade, mas não é realidade e somos a pátria que mais falta educação do mundo e não estou falando da instrução escolar só, mas a moral que é a familiar

Uns dos slogans mais usados dentro do governo de varias instancias é “Pátria Educadora”, seria legal se isso fosse uma realidade, mas não é realidade e somos a pátria que mais falta educação do mundo e não estou falando da instrução escolar só, mas a moral que é a familiar. Para mim não funciona muito dizer que menor não pode ser prezo, pois se ele matou, estuprou ou feriu qualquer membro da sociedade, perante a lei ele tem que ser punido. Mas antes disso temos que pressionar mesmo na área educacional que sem exageros, está sucateada e como vimos nas redes sociais, a interpretação de texto está péssima. Uma parcela de culpa está nas pessoas que querem se aproveitar dessa crise e fica provocando e dizendo asneiras porque querem vender seus livros, outros se posicionam para ganharem fama, mas no Brasil, a hipocrisia reina. O que fazer? Como pressionar os políticos a terem uma posição coerente daquilo que fez ele ser eleito?

Temos que admitir, no Brasil as pessoas são tradicionais no modo de pensar, pois vira e mexe estão gritando intervenção militar. Outros arrumam jeitos muito mais cômodos e pensam apoiar a oposição (oi?), como se isso fosse fazer a diferença para algumas pessoas e para a politica desse país. Na verdade isso tudo além de ser uma baita de uma hipocrisia ainda fazem as discussões se banalizarem ao ponto de ser reduzida a esquerda ou direita – como se isso fosse determinante aqui no Brasil – ou serem banalizadas no que se diz quem é infrator e quem não é infrator. Sempre quando discussões desse tipo vem a tona, muitas pessoas reduzem essas discussões a baixarias e nada se conclui.

Sempre fui contra a deputada Mara Gabrilli por ser uma deputada que não cuida dos interesses dos deficientes, não resolve questões pertinentes ao que ela diz defender, imagine quando ela se mete nas que ela não tem juridição de causa. Não defende nosso direito as pessoas deficientes ao emprego, não defende o direito as pessoas deficientes a saúde, não defende as pessoas deficientes ao transporte e não sabe, como todo politico do PSDB e PT, lhe dar com opiniões contrarias das suas opiniões. Então o que fazer além de exigir que esses mesmos deputados, que votaram contra a lei da minoridade penal, uma politica mais voltada a educação de base? Já que dizem que lugar de adolescente é na escola – muitos ou estão no trafico, ou estão no roubo, ou sendo artistas, ou sonhando ser jogador de futebol e funkeiro ostentação – então que essa mesma escola seja construída. Seja financiada e não seja só papo furado.

Acontece que o povo confunde as coisas, não querem discussões democráticas e nem discuti de forma a chegar num bom senso, querem impor como “crianças mimadas” que fazem pirraça quando são contrariadas. Essas “crianças mimadas” não são de um lado, elas são dos dois lados e isso vira desordem e desordem vira briga, o ódio é gerado por medo e geralmente, esse medo não tem fundamento nenhum. São os fundamentalistas – na sua maioria com sua verdade arreigada de ódio – que fazem o mundo um só fundamento e se fazem o mundo um só fundamento, então, a individualidade e o direito a liberdade é usurpada. Nós vimos isso na internet, ninguém mais pode dar sua opinião que logo é esculachado ou humilhado por pensar diferente, mas a verdade é essa, nosso povo não sabe ser democrático.

Na verdade, numa rápida lida nos grupos, as pessoas não sabem nenhuma ideologia, só especulam porque sempre leram o que interessam a elas. Quem na sua sã consciência vai dar trela para um astrólogo que só ganhou renome por causa do próprio PT? Quem vai dizer que um partido que dá milhões para bancos e empreiteiras é comunista? Quem acha que um partido de uma politica social democrata (um regime da maioria dos países europeus), poderia ser tão firme na sua oposição? Quem não sabe essas regras básicas para se discuti politica nem deveria começar, pois são coisas que não se aprende dentro de universidades e sim, em uma pesquisa rápida no Google. Esquerda nem sempre é sinônimo de comunismo, direita não é sinônimo de burguesia e empresários. Isso é falta de esclarecimento e isso é uma grave deficiência no ensino que perde demais tempo com matérias que as universidades deveriam passar.

Educação escolar não é só investir e sim fazer uma reforma, porque a grade tem muita coisa inútil e nem 60% do que se aprende iremos usar no nosso dia a dia. Na verdade, muitos especialistas ficam no “achismo” porque ficam “se o aluno for engenheiro”, “se o aluno for físico” e por ai vai. O que sabemos é que não sabemos se o aluno vai seguir e se seguir tem que aprender lá na universidade, no básico tem que aprender o básico e o ensino médio tem que aprender o médio, não dá para especular e “quebrar o galho” das universidades gastando dinheiro dos contribuintes. Não dá para menor infrator ficar numa instituição que mais cria bandidos do que educa esses menores, não dá para gastar milhões sem essas pessoas – menores e maiores – ficarem nisso tudo sem um trabalho descente para fazer. Como dizem “cabeça vazia, oficina do diabo”, sem ir para o lado religioso, nas maioria dos casos, uma ocupação sempre dará motivo as pessoas a terem amor próprio e dignidade.

O problema maior é que estamos com uma geração de “mimados” que não sabem o que reivindicar e nem como reivindicar, porque há ainda muita ignorância dentro das opiniões politicas e tudo vira linchamento virtual. Ninguém tem a mínima noção de interpretação de texto ou historia do nosso país, ninguém tem a mínima noção dos rumos e como reivindicar. Como poderemos ser um povo politico?

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento