Cultura Organizacional e a importância da Liderança

Com a diversidade de comportamentos e culturas, como uma empresa pode manter o equilíbrio do ambiente de trabalho? De qual maneira os lideres devem agir para conseguirem cativar seus liderados em prol de resultados. Confira essas respostas no artigo abaixo:

Em um país multicultural como o Brasil é um desafio enorme manter uma cultura organizacional. Diferenças de todas as formas convivem dentro de nossas organizações: de naturalidade, de gerações, de nível educacional, de classes ou de criação. Essa diversidade pode ser geradora de conflitos ou de criatividade.

A ideia da cocriação de uma cultura organizacional, a qual todas as partes envolvidas sejam de fato envolvidas, é bastante atrativa e parece ser bem mais eficaz do que a simples criação de slogans pela cúpula estratégica da empresa. Já que a verdadeira cultura é aquela sentida no dia a dia, nos relacionamentos interpessoais. Devendo ser por isso constatada e não imposta.

Estamos falando muito em mudanças, transformações, e sabemos que tudo começa com mudança de "mindset" e consequentemente de comportamentos. Não é uma trajetória fácil para todos, muitos têm medo de mudanças e preferem se manter na zona de conforto.

A busca pelo autodesenvolvimento visando melhora da performance profissional já é realidade para muitos e o apoio das liderança é essencial, pois para se cobrar produtividade e alta performance antes é preciso tornar o terreno fértil: acordando e alinhando as metas e expectativas da organização com as de cada colaborador, acompanhar adequadamente o acordado e planejado para a equipe e seus membros (orientando e dando feedbacks), registrar os fatos e os dados para só depois fazer uma avaliação mais realista e justa.

Líderes sempre são exemplos. Ainda que maus (líderes e exemplos). Aprendi com a Sra.Mary Kay Ash: "só existem três formas de liderar - pelo exemplo, pelo exemplo e pelo exemplo". Eu modificaria um pouco e diria que é pelo bom exemplo que se deve liderar. Assim como os filhos observam e aprendem com o modo de agir dos pais, também os liderados podem facilmente seguir o mesmo estilo de liderança do seu líder.

Quem nunca ouviu a expressão: "fulano é cria de cicrâno"?! Se for uma boa cria, ótimo, sinal que o líder foi um bom mentor. E se o líder não for um bom exemplo, o que acontece? Se o sucessor for um desavisado, sem pensamento crítico e minimamente preparado para assumir tal responsabilidade, simplesmente ele irá repetir todas as ações, processos, forma de se comunicar do chefe anterior, ainda que sejam tóxicos, pois não se tinha nenhuma outra referência ou preparo anterior.

Por isso o aprendizado sobre liderança deve ser para todos. Até porque a liderança não é ligada a nenhuma função ou cargo, é sim uma maneira de se comportar em grupo, e pode ser nata, aprendida ou melhor ainda: lapidada.

Exibir