Cuidado com a S.E.I

S.E.I = Síndrome da Economia Ineficiente

As empresas tem exigido muito de seus colaboradores quando o assunto é redução de custos, claro que esse é um momento propício pra isso, já que estamos no meio de uma crise política e consequentemente econômica, mas será que esses colaboradores estão preparados para fazer essa redução de forma correta?

A consequência da falta de conhecimento na hora do corte de custos pode gerar muita dor de cabeça, por exemplo: contratar um serviço mais barato, pode ser bom se for devidamente entregue, mas e se não for? Lembra aquele mais caro que você recusou? Pois é, vai ter que contratá-lo agora, ou seja, a economia ineficiente encareceu o processo, então analise bem onde está economizando.

Consertar um serviço mal feito, sai mais caro, então tome muito cuidado, economize onde vale a pena, em processos que não interferem na qualidade do seu produto ou serviço por exemplo. E quando algumas empresas cortam custos que atingem as vendas? Atenção pra não morrer pelo corte em excesso e deixar de faturar. Algumas empresas enxergam só o faturamento e se esquecem de analisar alguns fatores que compõe o mesmo, talvez você esteja gastando mil pra faturar trezentos, ou seja, prejuízo na certa!

Em épocas de recessão a S.E.I (Síndrome da Economia Ineficiente) está muito presente no dia a dia das organizações, então se não sabe onde economizar procure quem possa te ajudar, busque conhecimento e faça da melhor maneira possível, seja eficaz e eficiente, não corte por cortar, saiba o por que está fazendo e quais as consequência que isso pode te trazer.

É nítido que a crise deixa as empresas mais analíticas, mais cuidadosas, porém lembre-se tudo em excesso faz mal, então pondere sobre a estratégia de economia que vai adotar, ela pode piorar a sua situação.

Assim sendo, tenha um fluxo de caixa atualizado, mantenha o controle de despesas, saiba onde vai cada centavo. Quando for contratar algum serviço relacionado ao desenvolvimento de sua equipe, contrate qualidade, responsabilidade e compromisso, as pessoas são seu melhor recurso , então dê um suporte sério pra elas ou "o tiro pode sair pela culatra". Exponha os números para seus colaboradores, mostre que eles fazem parte da estratégia de economia e que todos juntos podem superar esse momento difícil.

Vá e vença, o mundo é muito grande e está cheio de oportunidades, então não tenha medo da crise.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento