Criatividade, inovação ou ambos?

Com a crise instalada e difícil de se resolver, torna-se importante ter pessoas criativas e processos inovadores, gerando valor

Nesses tempos difíceis em todo o mundo, e em que as empresas disputam com muita determinação os clientes e o mercado para seus produtos e serviços, investir em criatividade e em inovação se torna uma obrigação para a sobrevivência do negócio em tempos difíceis e disputados no mercado. Em termos mundiais é toda esta disputa pelo mercado, aqui no Brasil que passa por uma crise econômica e, pior ainda, política, é de fundamental ação ter uma equipe criativa e um processo de inovação estabelecido.

Vou focar no caso Brasileiro hoje, porque não só pelo mesmo motivo das empresas mundiais, mas também pelo momento que vivemos e que segundo especialistas não irá embora nem tão cedo, podendo apenas parar de piorar nos próximos dois anos. Vejo que o tema criatividade e inovação é necessário e pela percepção, não temos muito a preocupação e a capacidade em termos de habilidade dos talentos brasileiros para o tema.

Como vejo a Criatividade. Vejo como a capacidade de gerar novas ideias, para o que já existe, onde a pessoa preparada e desenvolvida as habilidades com o conhecimento que tem gera novas maneiras de fazer algo que seja relevante para a empresa que trabalha. Mas como começa tudo isso? As pessoas criativas devem ser motivadas naturalmente a desenvolverem ideias, com o conhecimento adquirido de forma espontânea ou através de investimento da empresa ou ainda com a experiência adquirida ao longo de anos de trabalho. Ou seja a criatividade é um estado de espírito onde você com pessoas que estão felizes por estarem ali, fazendo o que estão fazendo e que investiram seu tempo para se capacitarem e desenvolverem suas habilidades para entregar algo diferente alinhado com a estratégia da empresa, entregam resultados. Pode ser um processo que traga agilidade ao que se faz, pode ser um novo produto ou de se fazer uma prestação de serviço de outra forma, mas é diferente.

Já a inovação é a criatividade gerando valor. É quando a empresa fatura em cima das ideias criativas. Pode existir criatividade sem inovação, mas ao contrário jamais.No Brasil, vejo duas situações principais para a criatividade não virar inovação e fazer a mudança que é necessária nas empresas.

A primeira, são as pessoas estarem motivadas onde estão, fazendo o que amam. O que tenho para mim, que todos tem amor ao dinheiro, não a paixão de sair de casa e trabalhar na empresa que quer estar, com as pessoas que deseja a companhia e no trabalho que está desenvolvendo. Por isso, para a criatividade aflorar o interesse das pessoas no que fazem o prazer de acordar todo dia e ir para o trabalho e a satisfação do que encontrarão lá é fundamental para o processo criativo e hoje tem muitas pessoas a caminho do trabalho porque é necessário, porque escutaram a musica do fantástico e já entram em depressão, porque amanhã é segunda, e vibram porque acordam na sexta-feira e se livrarão deste problema que se chama trabalho.

É tão legal quando você conhece pessoas que se divertem trabalhando, que estão onde gostariam de estar e demostram isso nas redes sociais. Como seria bom se tivéssemos mais pessoas assim, o Brasil seria muito melhor para se viver e um potencia para disputar novos mercados.

A segunda questão para reflexão são os processos estabelecidos para que a criatividade gere inovação. As empresas devem incentivar os talentos, deve ser prioridade nas empresas, o envolvimento de toda a diretoria neste processo, enxergar que é necessário, além da rotina normal de reduzir custos e aumentar receita ou de fazer mais com menos que tenham a capacidade de envolver a empresa no tema, para que todos se sintam estimulados e motivados para construir juntos o processo e assim transformarem a empresa com muita criatividade e inovação.

A empresa deve ter políticas claras de desenvolvimento de pessoal, onde se reserve orçamento para este investimento, onde possa se descobrir talentos dentro das organizações ou que tenham políticas bem atraentes de Recursos Humanos para atrair pessoas do mercado e ainda um plano de incentivo para a participação no processo de inovação, que pode ou não ser dinheiro envolvido.

Outro ponto que deve ter atenção das empresas, é a clareza de sua estratégia e onde o processo inovação vai levar a todos se obtido o sucesso. Deve ser claro na comunicação das metas e desafios, deve-se comunicar o acompanhamento e comemorar as conquistas. As pessoas devem se sentir parte do todo e saber identificar a sua importância no processo de transformação da empresa em competitiva e de geração de valor.

Por fim, quero parabenizar as empresas que já fazem do processo de inovação a sua rotina, e que vem conquistando méritos a cada fase; Parabéns também as pessoas que se autodesenvolvem, independente do investimento que a empresa destina a ela. Tem a consciência que investir em sua capacitação é investir em seu presente e no seu futuro ao mesmo tempo. Parabéns a quem tem esta visão e está sobressaindo aos demais neste momento de crise no Brasil, continuem assim.

Você é criativo ou inovador ou ambos?

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento