Conheça o navegador que promete revolucionar a Internet

O mundo da tecnologia – e, por consequência a Internet – vive em constante evolução, com mudanças, novidades e inovações acontecendo com bastante frequência. Porém, o projeto do BitTorrent (um dos maiores softwares de compartilhamento de arquivos) pretende mudar radicalmente o status quo da web através do ProjectMaelstrom

Construído com a arquitetura do Google Chrome, o Project Maelstrom é um navegador que funciona de forma bastante parecida com o próprio BitTorrent, que utiliza um sistema P2P para distribuir dados, tendo cada usuário como um consumidor-distribuidor-armazenador do arquivo.O mesmo ocorre ao utilizar o Maelstrom. Quando um usuário acessa uma “página torrent” - nome que os desenvolvedores deram para sites que suportam a tecnologia desse browser - ele se torna um host ou servidor dessa página, que fica salva na máquina.

Teoricamente, com uma rede de usuários em escala mundial e vários sites suportando esse tipo de arquitetura (atualmente o projeto conta com cerca de 10 mil usuários desenvolvedores e outros 3,5 mil publicadores), não seriam necessários mais servidores. Os sites ficaram hospedados nos próprios PCs de quem navega pela rede, o que proporcionaria uma web mais livre, democrática e descentralizada.

A iniciativa, se aceita com sucesso, pode mudar a forma como a Internet funciona e como nos relacionamos com ela, tirando o controle dos sites dos servidores e colocando-o nas mãos dos próprios internautas - ou usuários, para usar uma expressão mais atual.

Isso possui um aspecto positivo de democracia e descentralização da web, mas, ao mesmo tempo, pode vir acompanhado de uma série de questões sobre propriedade intelectual, pirataria, crimes virtuais, entre outras dúvidas de teor moral e legal.

Pode ser que o Maelstrom não consiga muito sucesso e acabe sendo esquecido - afinal, existem outros navegadores mais conhecidos e afirmados no mercado, como o Chrome, Opera, Safari e o novo Project Spartan, da Microsoft, por exemplo. No entanto, também há a possibilidade de esse novo sistema conquistar os usuários (que já veem no Torrent algo quase fundamental para o compartilhamento de arquivos) e todas essas indagações virem à tona, alterando a realidade da Internet.

O que resta é esperar para ver se o ProjetcMaelstrom irá realmente revolucionar a Internet - seja para melhor ou para pior.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento