Café com ADM
#

Comunicação: uma questão de sobrevivência

"Na vida não existem diálogos. O que existem são monólogos que tem como resposta outros monólogos. A vida é a eterna procura de um ouvinte." Nelson Rodrigues. Atualmente, um dos grandes problemas que afligem as empresas em todo mundo é a comunicação, ou melhor, a falta dela. Coisas corriqueiras, como um recado não transmitido, podem causar prejuízos imensuráveis ou um simples desconforto entre colegas de trabalho. Um e-mail mal redigido, uma palavra mal colocada, ou até a falta delas... são fatos do dia a dia que podem passar despercebidos ou serem simplesmente ignorados pelo transmissor, mas que fazem muita diferença para quem ouve, quem lê, quem entende. Comunicação não se resume a palavras ditas ou escritas, mas a gestos, olhares, posturas. Nosso corpo fala! O tempo todo, diga-se de passagem. Segundo estudos neurolinguísticos, apenas sete por cento do conteúdo da mensagem é o que realmente é absorvido, principalmente, quando se trata do impacto inicial. Já o tom de voz e a maneira como se fala correspondem a noventa e três por cento do que é percebido. Um simples bom dia, por exemplo, pode significar muito mais do que um bom dia. Através desta pequena frase é possível perceber o estado de espírito de uma pessoa e até prever o que vem pela frente. Li uma vez, em algum lugar, uma frase que dizia o seguinte: Comunicação não é intenção, e sim resultado. De uns tempos pra cá, tenho levado isso como uma espécie de lema e tenho observado como realmente existe uma discrepância enorme entre o que é dito (comunicado) e o que é entendido. E afinal, como dizia uma outra frase de autor igualmente desconhecido: de boas intenções o inferno está cheio. A (boa) comunicação é essencial para toda e qualquer organização. Ela pode, inclusive, levar ao sucesso e ao fracasso. Mas, sem sombra de dúvida, mais do que ser comunicativo, é preciso saber como comunicar; é saber fazer-se entender. Não é a toa que o marketing, em todas as suas vertentes, e os cursos de comunicação estão tão na moda. É mais que uma questão de aparência: é uma questão de sobrevivência Hoje, os profissionais mais valorizados são aqueles desenvoltos, desembaraçados, que possuem uma extensa rede de relacionamento, que adoram fazer network. No âmbito institucional, são vitoriosas as empresas que possuem eficazes departamentos de marketing, que atuam externamente, entendendo a alma da empresa e atingindo os corações dos clientes. E que, ainda, contam com eficientes gestores de RH, que atuam internamente e conseguem fazer com que as mensagens do alto cheguem sem ruídos à todos os outros setores da empresa e vice-versa . Segundo Noberto Odebrecht uma organização é o seu negócio, as pessoas e forma como elas se comunicam. Resumindo: a comunicação eficaz é um dos grandes diferenciais das organizações e, em contrapartida, seu maior desafio. A solução então é aprender a comunicar para, assim, se fazer entender e proporcionar que todos ganhem muito, muito, com isso.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.