Competências contemporâneas, você as tem?

O que se espera de um profissional, seja ele de qual área for, em pleno século XXI? Muitos profissionais são levados ao erro quando pensam que a competência técnica é suficiente para se manter competitivo no mercado. Presenciamos todos os dias pessoas matriculando-se em escolas de MBA, realizando cursos de extensão e até mesmo fazendo boas entregas de suas demandas organizacionais. Mas, será que isso é suficiente?

A resposta é: Não!

Em gestão de pessoas quando se fala em competências técnicas estamos nos referindo aos conhecimentos necessários para o exercício de uma função, dentre esses, relacionam-se os saberes científicos, operacionais, metodológicos e processuais ligados ao seu trabalho.

Todavia, outra competência sine qua non exigida em nosso mercado, sobretudo em tempo de crise e alta competitividade, é a competência emocional.

Para o IBC – Instituto Brasileiro de Coaching, a inteligência emocional é uma característica mensurável que diferencia o nível de performance de uma pessoa e um trabalho, tanto na empresa, quanto na sociedade.

Em nosso mercado, já não basta ser bom tecnicamente, é preciso ser relacional e emocional, por esta perspectiva, a competência emocional permite a uma pessoa lidar com as próprias emoções e com as dos outros, além de saber como e quando expressar as emoções.

Um profissional demonstra competência emocional quando reúne características como abertura mental, flexibilidade, saber ouvir, gerenciar conflitos de maneira equilibrada e mantém uma postura coerente diante de situações críticas.

Quando conseguimos aliar as duas competências, técnica e emocional, nos tornamos profissionais de fato diferenciados. Gosto sempre de afirmar aos meus alunos da graduação e pós-graduação, que hoje o mercado contrata pelas competências técnicas e demite pelas competências comportamentais.

Para finalizar, a demonstração das nossas competências está intimamente ligada à imagem que o mercado possui de nós. Agora eu pergunto: - Qual imagem você está vendendo?

Pense nisso!!!

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento