Compartilhe seus sonhos!

Sonhos são combustíveis das nossas realizações. Talvez o primeiro risco que um empreendedor deva correr é o de compartilhar seus sonhos. Compartilhe os seus

Inauguro este espaço com o tema sonhos. Afinal, sonhos são combustíveis das nossas realizações. Soa clichê, mas na prática o sonho é uma grande motivação para você e eu transpirar.

A maioria de nós, suponho, já deve ter pensado “devo compartilhar meus sonhos com os outros?”. E se o sonho é ser um/a empreendedor/a bem-sucedido/a, a dúvida é ainda mais insistente. Mas eu defendo que sim, nós devemos compartilhar os nossos sonhos.

Primeiro, porque ninguém pode roubar o teu sonho. Ele é teu, fim. Segundo, você pode encontrar pessoas que te ajudarão realiza-lo. E, por último, quando você compartilha seus sonhos está, involuntariamente, inspirando outras pessoas a sonharem também. É a "magia". Ninguém é ridículo por sonhar, seja lá o que for. No entanto, é bom ter em mente que há diferenças consideráveis entre sonhar, desejar e delirar. Se é teu projeto de vida, eis aí um sonho que vale a pena compartilhar e investir.

A pergunta deveria ser “para quem devo compartilhar os meus sonhos?”. Ou, “como devo compartilhar os meus sonhos”? Flávio Augusto, ícone do empreendedorismo no Brasil, escreveu sobre “como escolher as pessoas com quem você vai compartilhar seus sonhos” (leia aqui). Ele sugere o seguinte:

1. Olhe os resultados e não o discurso.

2. Olhe os valores e não títulos ou status quo.

3. Avalie os motivos para elas se aproximarem de você.

4. Observe se por trás elas agem com terceiros da mesma maneira que agem pela frente.

5. Diferencie elogios sinceros de bajulações cínicas dissimuladas.

6. Repare nas reações quando você lhes nega algum pedido.

7. Afaste-se dos que esperam sua perfeição.

8. Alie-se a quem deseja juntar-se à sua missão de vida e cultiva os mesmos valores.

9. Observe se o respeito é um hábito adotado e se a lealdade é praticada mesmo em sua ausência.

10. Dê crédito de primeira, mas retire os pontos pela atitude. Cuidado para não se levar por impressões.

11. Valorize a humildade e reprove a arrogância. Observe como elas tratam os mais simples.

12. Considere a inteligência, mas avalie bem o esforço e a dedicação com os quais eles aplicam em suas tarefas.

Eu, particularmente, sou fã da dica 8. Após compartilhar meu sonho de fundar uma organização social e de me aliar a pessoas com sonhos e missões de vida semelhantes à minha, me tornei uma pessoa muito mais feliz e realizada. Desde então, todos os dias, tenho compartilhado sonhos e me motivado (e motivo os outros) para torna-los realidade. E uma das principais garantias de que esses sonhos se tornarão realidade é o apoio e a participação dessas pessoas. Talvez o primeiro risco que um empreendedor deva correr é o de compartilhar seus sonhos. Compartilhe os seus.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento