Como você está se preparando para esse momento de "crise"?

A mesma receita utilizada em momentos de calmaria e crescimento pode não dar o mesmo resultado em tempos incertos. Sentar e esperar pode não ser a melhor solução, então o que você pode fazer agora, que ainda não fez, mas se fizer te destacará em meio a multidão? Confira

Estamos atravessando um momento difícil e incerto na economia, com impacto direto no mercado de trabalho. Não é possível afirmar que todos os setores estão em crise, pois tenho estado em contato com empresas que “vão muito bem, obrigado”. Contratações? Sim, estão acontecendo. Demissões? Também.

Gosto de pensar que momentos como esse são SELECIONADORES. Lembra de Darwin e sua teoria da seleção natural? Eis o que ele disse: os organismos mais bem adaptados ao ambiente em que vivem sobreviverão.

Sobreviverão os mais bem preparados. Empresas, empresários e executivos devem se reinventar.

Ser preparado significa: esforçar-se para entender as mudanças conjunturais e buscar alternativas para se adaptar à essas mudanças. Faz sentido?

As empresas estão se preparando para tempos incertos e buscando alternativas: buscando novos canais de distribuição, novos produtos e serviços para oferecer, oportunidades de mercado não exploradas, centros de custos otimizados, equipes de alta performance (demissão, contratação e realocação), novos nichos, novos negócios, outros segmentos, novas estratégias comerciais (já ouviu falar em Venda Social? E em Inbound Marketing?), enfim.

E você, profissional? O que você está fazendo para se reinventar?

Agora é a hora de mexer no seu planejamento financeiro pessoal e cortar despesas desnecessárias ou redirecionar seus investimentos para o que pode aumentar suas chances.

Agora é a hora de fazer aquela pós-graduação que você estava postergando, aquele curso de inglês que você sabe que está precisando, aquela especialização na sua área para complementar suas competências.

Agora é a hora de mostrar para o seu chefe que você está disposto a ser um profissional melhor e atualizado; e para a empresa que te demitir pode ser uma péssima decisão.

Agora é a hora de investir em você e passar por um processo de Coaching, seja para atingir metas pessoais (fazer seu planejamento financeiro, adquirir um bem, mudar um comportamento que está te prejudicando, ser uma pessoa melhor) ou para adquirir competências profissionais que podem estar te impedindo de crescer, ou que podem fazer de você um profissional necessário naquela estrutura.

Agora é a hora dos empresários se renovarem, e através deles suas empresas, para acompanhar as novas exigências do mercado: cursos sobre inovação podem ser um excelente caminho, assim como cursos completamente fora da sua área de atuação para buscar ricos insights (Já pensou em estudar Neuromarketing para vender serviços?)

Aqui vão algumas ideias para você começar a colocar em prática:

  • Aceite novas tarefas e responsabilidades;
  • Seja o melhor, não contente-se mais com ser bom o suficiente;
  • Tenha mente aberta nos cursos que fizer para buscar os aprendizados que não estarão na lousa;
  • Poupe mais, pois nem tudo está sob seu controle: e se você for demitido amanhã? E se sua empresa precisar fechar as portas? Estar preparado para o pior não quer dizer que você é pessimista.
  • Invista mais também, principalmente no que pode garantir que você seja selecionado a passar por esse momento sem grandes perdas.
  • Estude, atualize-se, leia.
  • Retome seu networking ou pelo menos dedique tempo aos seus relacionamento pessoais e profissionais. Daqui podem surgir novas ideias, novos projetos, novas parcerias, novas oportunidades;
  • Pense a respeito de possibilidades com seus contatos. Como eles, individualmente, podem ser úteis a você (curto, médio e longo prazo);
  • Analise situações ganha-ganha com seus contatos. O que você pode oferecer? O que você pode receber?
  • Esteja atento à oportunidades de trabalho, mesmo que você não esteja procurando emprego. Você nunca sabe o dia de amanhã;
  • Saber o que os outros estão fazendo para se preparar pode te ajudar a fazer suas escolhas. Porém, nem sempre seguir o mesmo caminho é a melhor escolha;

Você está fazendo algo diferente e tendo bons resultados? Compartilhe suas ideias.

Abraços, Camila.

Texto originalmente publicado no LinkedIn

ExibirMinimizar
Digital