Como ser um ninja na memorização?
Como ser um ninja na memorização?

Como ser um ninja na memorização?

Confira seis ensinamentos para ampliar a capacidade de memória e ser um mestre da arte de recordar

No século 19, no Oriente Médio, começaram a surgir lendas a respeito dos ninjas. Algumas dessas histórias indicavam que eles tinham a capacidade de voar, andar sobre as águas e ficar invisíveis. Lenda ou não, o Ocidente “adotou” os ninjas, principalmente no cinema, nos livros e até como gíria popular. Se alguém é capaz de fazer algo com maestria ou consegue executar uma tarefa difícil com perfeição é chamado carinhosamente assim. Resolvemos dar uma mãozinha para você também se tornar um ninja, porém da memorização. Confira a seguir sete ensinamentos para ampliar a capacidade de memória e ser um mestre da arte de recordar.

1. Preparação

Os ninjas, geralmente, conhecem bem o “terreno” para entrar em ação. E você deve fazer a mesma coisa. Antes de começar o processo de memorização de um conteúdo, é importante preparar-se previamente. Tenha atenção para a escolha de um ambiente silencioso, de um local confortável, e caso precise ler algo para memorizar é importante que tenha uma boa iluminação. Esses fatores, quando negligenciados, atrapalham o foco e prejudicam a atenção necessária para a memorização.

2 – Foco, foco e foco
A tecnologia tem um papel de vilão para os ninjas da memorização. “Internet, celular, televisão... O cérebro não tem tempo para processar a avalanche de informações da vida moderna. Sem a atenção necessária não há formação de novas memórias”, indica a psicoterapeuta e especialista em comportamento humano Myriam Durante. Por isso, a realização de várias atividades ao mesmo tempo é prejudicial. “Ficar ligado em uma só tarefa por vez, entendê-la e dedicar-se a ela, consolida o aprendizado”, indica a especialista.

3 - Repita mais uma vez
Nem um bom ninja consegue esse status sem praticar. Portanto, qualquer meio que force a repetição da informação ajuda no aprendizado. “Algumas pessoas podem ter desempenho de memória ou de linguagem melhor do que outras. Porém, o treino pode melhorar a capacidade de organizar informações, melhorar a atenção e, consequentemente, melhorar a recuperação das informações para um período depois”, relata Sonia Brucki, professora de neurologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

4 - Corpo sã, mente sã
Estar bem fisicamente, com uma boa alimentação e boas noites de sono interfere positivamente para você ser um ninja capaz de dar piruetas ou para ser um ninja capaz de memorizar conteúdos. Para Sonia Brucki, “o estilo de vida ativo com atividade física feita com regularidade e uma dieta saudável é básico para a manutenção da memória. E o sono também é fundamental. Durante o sono profundo, o cérebro se desconecta dos sentidos e processa, revisa e armazena a memória”, indica.

5. Grave o que memoriza

Fazer uma gravação do som daquilo que precisa memorizar pode ser útil para reter mais facilmente as informações, sobretudo se estiver em uma palestra da qual assistiu, ou caso tenha um discurso para fazer. “Nesse caso, leia em voz alta os textos que deve memorizar para ouvi-los mais tarde”, destaca a psicoterapeuta Myriam Durante. Já para quem aprende melhor por associação visual, uma dica é dividir as anotações por seções e separar os assuntos por cores.

6. Faça intervalos

Nem mesmo os ninjas mais experientes são capazes de aguentar jornadas excessivas de atividades. No aprendizado para a memorização é a mesma coisa. “Tentar memorizar o que quer que seja não funcionará se não fizer alguns intervalos para descansar a sua cabeça. Só assim conseguirá assimilar os assuntos com clareza. Por isso, imponha a si próprio períodos de repouso”, destaca Myriam Durante.


Publicado originalmente na revista Administradores

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento