Como se fosse a primeira vez

Quando vamos fazer algo em nossa vida devemos sempre dar o nosso melhor!

Essa frase parece um jargão amoroso, mas na vida como um todo ela pode se fazer presente em muitos momentos, inclusive na vida profissional.

Esse final de semana realizei mais uma turma do treinamento DL e já se vão oito anos da minha vida dedicado a realização do mesmo, buscando sempre a melhoria contínua para que eu esteja sempre fazendo-o melhor. E senti novamente como se fosse a primeira vez!

Em qualquer processo de aprendizado, se faz necessário passar por alguns estágios, iniciando no que chamamos em PNL de "Incompetência Inconsciente", ou seja,uma fase que não sabemos que não sabemos determinada coisa. Exemplo: Você sabe o que são fluídos hidráulicos para carros? Se você não for profissional da área automotiva, a resposta mais provável é que não! Mas você "não sabia" que não sabia disso, ate eu mencionar que isso existe.

Quando fiz isso, eu o trouxe para o segundo estagio da aprendizagem que é a "Incompetência Consciente". Ou seja, você agora sabe que não sabe!

Se você for uma pessoa que gosta de aprender, vai buscar saber o que são esses fluídos e quando faz isso, vai para o terceiro estágio da aprendizagem que é a "Competência Consciente", ou seja, agora você sabe o que é, porém, caso não seja importante para você continuar sabendo do que se trata esses fluídos, depois de um tempo a informação é esquecida. Mas caso você queira se tornar um "expert" no assunto, você poderá levar a informação para a próxima etapa da aprendizagem que é "Competência inconsciente". Para fazer isso você pode usar dois recursos, que são a repetição e a emoção.

Quanto mais você repetir o aprendizado, mais na sua "competência inconsciente" ele vai estar e se acrescentar um pouco de emoção ele ficará eternamente acessível e passará a fazer parte de seu repertório de conhecimentos e habilidades. Esse estágio da aprendizagem é que encontramos a excelência em fazer o que se faz, porém pode nos causar certa acomodação, por acharmos que já sabemos e não temos mais nada a aprender em relação a ele. Eu particularmente, acredito que nada é tão bom que não possa melhorar.

Por isso ter a sensação de como se fosse a primeira vez me mantém em busca da evolução contínua, de saber que sempre posso aprender algo novo. Para isso, olho tudo com a curiosidade de uma criança e com a certeza que haverá sempre um aprendizado novo.

E você, quando foi que fez algo, e sentiu como se estivesse fazendo pela primeira vez? Exercite isso e tenha excelentes resultados.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento