Como reconhecer um vendedor faixa-preta, mesmo que ele não esteja vendendo nada para você?
Como reconhecer um vendedor faixa-preta, mesmo que ele não esteja vendendo nada para você?

Como reconhecer um vendedor faixa-preta, mesmo que ele não esteja vendendo nada para você?

Da mesma forma que um faixa-preta de qualquer arte marcial tem seus reflexos mais desenvolvidos do que uma pessoa comum, um vendedor faixa-preta também possui alguns sentidos mais aguçados

Há cerca de três anos, conheci uma profissional de vendas que, ao ser apresentada para mim, me deu uma caneta com seu nome e telefone gravados. Não se tratava de um mero brinde, como tantos outros que estamos acostumados a ganhar por aí, que quase sempre traz estampado o logotipo de alguma empresa ou instituição. Aquela caneta era o cartão de visitas daquela profissional. Na época, achei muito original a forma que ela encontrou de se diferenciar e se fazer ser lembrada.

Dias atrás, encontrei novamente essa vendedora e, imediatamente me lembrando da caneta, comentei o fato com outras pessoas que estavam comigo. Para minha surpresa, ela prontamente “sacou” outra caneta da bolsa e nos presenteou, dizendo que aquela era ainda melhor, pois também servia de “bastão touch”.

Esse fato pode parecer corriqueiro, porém podemos perceber uma série de conceitos inerentes a um verdadeiro vendedor faixa-preta. Vejamos em detalhes quais são:

Constante estado de alerta:

Da mesma forma que um faixa-preta de qualquer arte marcial tem seus reflexos mais desenvolvidos do que uma pessoa comum, um vendedor faixa-preta também possui alguns sentidos mais aguçados, consegue sentir o faro de um potencial cliente e não deixa escapar uma oportunidade.

Ao nos presentear com outra caneta, a profissional de vendas mostrou que estava em estado de alerta, aproveitou o gancho da conversa e agiu no tempo certo. Tal como um mestre de artes marciais sabe a hora exata de aplica um golpe perfeito, um vendedor faixa-preta não joga fora a chance de fazer um bom negócio e/ou vender algo, mesmo que seja a sua própria imagem.

Aperfeiçoamento contínuo:

Um praticante de artes marciais só atingiu a faixa-preta porque não desistiu no meio da jornada. Então, podemos dizer que uma das características de qualquer faixa-preta é a busca pela melhoria contínua, a sede por mais conhecimento e desempenho. O fato da caneta que a profissional de vendas nos deu hoje ser melhor do que a de três anos atrás, mostra que ela tem esse espírito de procurar fazer e ser melhor do que ontem.

Consciência e atitude:

Um faixa-preta sabe que seu progresso depende unicamente de seus esforços. Por melhor que seja o seu mentor, sem dedicação e vontade não haverá evolução. A frase mais clichê do mundo das vendas “o vendedor faz o próprio salário” é praticamente um mantra para o vendedor faixa-preta. Ou seja, ele tem consciência de que será o único responsável por desenhar sua história.

Enquanto vendedores medianos certamente cobrariam da empresa em que trabalham ou representam algum brinde para dar a seus clientes, a vendedora faixa-preta em questão não esperou por ninguém, tomou a frente e fez por conta própria os mimos para dar a seus clientes, afinal, o mercado está cada vez mais competitivo, há anos o papa do marketing Pillip Kotler já avisava que teremos que correr cada vez mais rápido para nos manter no mesmo lugar.

Postura, seja onde estiver:

Um faixa-preta de verdade mantém sua postura e seus princípios mesmo quando está fora do tatame. Valores como humildade, cortesia e perseverança, acompanham o faixa-preta em tudo o que ele faz na vida.

Um vendedor faixa-preta não é diferente. Mesmo quando não está vendendo, mesmo que não esteja tratando com um cliente ou prospect, sua forma de agir e tratar as pessoas é a mesma.

O fato da profissional de vendas ter nos presenteado com sua “caneta cartão de visitas”, mesmo sabendo que não éramos clientes em potencial, apenas sacramenta que ela realmente é uma “vendedora faixa-preta”.

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    Fabio Tikazawa

    Fabio Tikazawa

    Graduado em Comunicação Social - habilitação em Publicidade e Propaganda, atua há 13 anos na área comercial. Possui experiência no segmento de alimentos, indústria e mídia (jornais, revistas e televisão). Também atuou como coordenador de eventos por 8 anos e foi correspondente no Japão para a Revista Mundo Ok de 2007 a 2008.

    café com admMinimizar