Café com ADM
#

Como procurar emprego sem ser pego pelo chefe

Alguns passos simples que podem fazer a diferença

Aproveitando a onda de interesse por reportagens de comportamento empresarial, repasso para voces uma matéria inspirada em "Como procurar emprego sem ser pego pelo chefe", de Amanda Kamancheck.

Como ela mesma começa dizendo, "O assunto não é politicamente correto, é verdade. Mas todo mundo faz, portanto, saiba como agir direito".

Todos sabemos que um grande passo para conseguir um emprego é justamente estar empregado. Especulações a parte, de acordo com a empresa de recrutamento hound, de São Paulo, entre 15% e 20% dos profissionais recebem convite para assumir uma posição maior em outras companhias quando já estão empregados. "O poder de barganha do profissional aumenta", diz Rodrigo Miwa, sócio da Hound.

Os profissionais que nao estao empregados tendem a receber propostas de igual valor e cargo, ou ate mesmo menor. "As organizações costumam preferir quem está empregado, pois é quase um sinônimo de competência e qualidade", diz o consultor de carreiras Gutemberg B. de Macêdo. A questão é como procurar emprego, algo que acaba ocorrendo durante o expediente, mas que deve ser feito sem chamar a atenção do chefe.

Discrição nesse momento se torna principal. Inevitavelmente temos de recorrer a "mentirinhas", por mais que pareça chato, não ha meio melhor de se fazer isso sem ter repreensoes.

Outra opção é enviar um e-mail. Muito cuidado nesse caso, pois já vi amigos meus serem demitidos por usar o email da empresa (acreditem, pessoas fazem isso). Fica chato porque primeiramente o email corporativo nao deve ser usado para fins pessoais, e outra... O que voce recrutador esperaria de um profissional que pensa em trocar de emprego usando os recursos com a assinatura da empresa? Que possivelmente a sua seria a proxima logico! Portanto, de sempre preferencia a meios particulares. Se nao é liberado o acesso, nao tem jeito mesmo, tem de ser de casa ou de uma lanhouse. Smartphones salvam a vida nessas horas!

Varias vezes já recebi ligações de empresas de recrutamento oferecendo vagas efetivas ou anunciando processos seletivos enquanto estava no meio do expediente. Isso deve acontecer muito com todo mundo. Por mais que voce disfarce e saia da sala para um lugar mais reservado, e mesmo que ninguem perceba a saida "à francesa", voce sempre estara com a impressão de que a desculpa "não colou".

As redes sociais ajudam muito (as profissionais). Linkedin é um belo exemplo. Cada vez mais, mais pessoas se conectam a rede, que ja rendeu otimos frutos para pessoas bem proximas a mim inclusive. De qualquer forma, para alguns usuarios mais parece uma "vitrine de currículos", pois poucos exploram realmente o propósito e os recursos da rede de contatos profissional.

Um trecho bem interessante da reportagem apresentada é a dica que a Amanda deixa quanto às consequencias da procura. Toda procura, quando se quer algo de qualidade (afinal, é esse justamente o objetivo) nao deve atrapalhar a produtividade e sua rotina no trabalho. E sempre aposte no respeito a todas as partes envolvidas na negociação. Isso contará pontos a seu favor.

O ponto alto da reportagem é a compilação de dicas na hora da procura por emprego por tópicos:

1 - Busca discreta
Alguns procedimentos que ajudam o profissional a procurar emprego sem ser flagrado por chefes e colegas

2 - Peça sigilo
Peça sigilosamente aos amigos indicações de headhunters e agende um café da manhã, um almoço ou um encontro após o expediente para conversarem.

3 - Use bem a rede
Use redes sociais como aliadas. Mantenha atualizado seu perfil no LinkedIn para ganhar visibilidade. Mas não declare publicamente estar à procura de emprego.

4 - Faça social
Reforce a participação em eventos e associações da sua área de atuação para conhecer pessoas num lugar em que você não está, necessariamente, procurando emprego.

5 - Não misture
Não utilize os recursos do empregador atual para procurar vaga em outro lugar. Use seu telefone, computador e e-mail pessoais para se comunicar com outras organizações. Se o carro da empresa for identificável, vá de táxi ao compromisso.

6 - Seja acessível
Procure disponibilizar seu telefone pessoal nas redes sociais e nos sites de currículo virtual. Se alguém interessado te ligar quando estiver no escritório, peça discreta e educadamente para retornar a ligação após o horário de expediente.

7 - Fique esperto
Agende almoços e cafés longe do seu escritório para reduzir o risco de ser flagrado com um concorrente ou com um recrutador. Se der esse azar, apresente a companhia como um amigo pessoal ? sem abusar da informalidade.

Espero que a reportagem tenha agregado algo de bom. Caso voce esteja nessa fase de procura por novas oportunidades, fica aqui o meu "Boa Sorte!"

Muito Obrigado,
Yuri Oliveira Carneiro


Essa postagem e muitas outras voces podem conferir em:

Administração Participativa

Curta, siga, comente e mande ideias para nós! Contamos com a sua participação!

-------------------------------------------------------------------------------------------------

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.