Como potencializar o seu networking por meio da reciprocidade e conquistar as melhores oportunidades profissionais

Este artigo fala sobre a técnica de reciprocidade como mecanismo para você potencializar o seu networking e conquistar boas oportunidades profissionais no mercado.

Em tempos de crise, ocorre uma redução significativa das oportunidades de empregos formais, embora as oportunidades profissionais sejam inúmeras. Independente se você busca um emprego formal ou outras formas de trabalho, investir no seu networking pode ser o seu divisor de águas.

Mas será que você tem feito isso da melhor forma?

Boa parte das oportunidades profissionais, senão as melhores, não são aquelas que encontramos em sites e anúncios de emprego. Um grande percentual de oportunidades profissionais ocorrem na calada da noite, por meio de indicações. Em outras palavras, uma oportunidade sequer se tornou pública porque antes disso houve uma pessoa que a conquistou, seja por atributos associados a competência ou bem-querência ou essas duas coisas combinadas.

A questão é: Se é fato que boa parte das oportunidades profissionais ocorrem por meio de indicação, como você pode se fazer lembrado pelas pessoas ligadas a você (ou não) nas redes sociais, principalmente Linkedin.

Para responder a esta pergunta proponho a você avaliar o seu posicionamento profissional pelo prisma de um gatilho mental conhecido como reciprocidade.

Primeiramente deixa eu explicar em breves palavras o que é gatilho mental.

Gatilhos mentais são técnicas de persuasão relacionadas com aspectos instintivos, emocionais e sociais, que estão presentes em todos os seres humanos.

Existem dezenas ou mesmo centenas de gatilhos mentais que podem tornar você um perito em persuasão.

E não há nada de errado em persuadir pessoas, afinal somos influenciados e influenciadores o tempo todo. Então, se for para influenciar, que seja para algo bom e construtivo, principalmente em meio a tanto caos que vivenciamos hoje em dia nas relações humanas.

O que torna a persuasão um componente tão importante é que ela leva em consideração o fator ético. A persuasão sem a ética, no caso, recebe um outro nome que possivelmente todos vocês conhecem como manipulação.

Manipulação = Persuasão - Ética

A técnica de reciprocidade se baseia no fato de que todo ser humano tem uma tendência natural em retribuir um bem recebido. Ocorre que quando você ajuda alguém, você acaba criando uma dissonância cognitiva na pessoa. Isso significa que a pessoa passará a querer retribuir o favor de maneira proporcional ao valor percebido na ajuda que você deu.

A teoria da dissonância cognitiva, originalmente desenvolvida por Leon Festinger, psicólogo nova-iorquino, aborda que os indivíduos têm uma necessidade de procurar uma coerência entre suas cognições (conhecimento, opiniões ou crenças). Se ocorre uma distorção entre pensamento e atitude, isso acaba por gerar um conflito. No caso da reciprocidade, a pessoa se sente no dever de retribuir um favor recebido, seja para a pessoa quem recebeu um favor, seja para terceiros.

Mas atenção: para que essa técnica seja realmente efetiva, é necessário que a ajuda oferecida seja sincera, espontânea, de coração e desprovida de segundas intenções.

Ao ajudar uma pessoa pensando em obter algo em troca de maneira explícita, em vez de criar um sentimento de reciprocidade, você pode na verdade estar dando um tiro no pé.

Mas como você pode utilizar da técnica de reciprocidade para ser lembrado pela sua rede de relacionamento quando surgirem oportunidades profissionais?

Comece a pensar como você pode sair do anonimato e mostrar os seus valores à sua comunidade profissional.

Ao participar de grupos, comunidades e redes sociais, procure ajudar as pessoas, mesmo que você não as conheça. Colabore com suas comunidades com posts, responda pesquisas, participe de debates, traga contribuições, realize trabalho voluntário, ajude as pessoas a resolverem problemas, compartilhe seu conhecimento e pense em tantas outras coisas que você pode fazer a favor dos seus pares.

Às vezes algo simples para você pode ser algo de grande importância para outros.

Embora tenhamos falado que a reciprocidade não deve visar a retribuição do favor, naturalmente você estará criando isso. É meio paradoxal esse processo.

Certamente ao adotar uma postura mais ativa de colaboração e troca de gentilezas, você estará desenvolvendo uma esfera no seu entorno que fará com que as pessoas se lembrem de você com mais frequência.

Daí é onde pode surgir aquela oportunidade profissional que você tanto perseguiu.

________________________

Moisés Luna é especialista e um apaixonado pela profissão de gerenciamento de projetos. Certificado PMP pelo PMI, nos últimos anos tem atuado em projetos nos ramos de serviços, tecnologia e engenharia. É palestrante e professor convidado em diversas instituições de ensino. Moisés participou em 2014-2015 de um grande programa de liderança do PMI, o Leadership Institute Master Class. Atualmente se dedica fortemente em seu programa de capacitação profissional voltado para a certificação PMP e CAPM, o YouPM (youpm.com.br).

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento