Como não ser demitido!
Como não ser demitido!

Como não ser demitido!

Em tempos de crise, as empresas se vêem obrigadas a selecionar apenas os funcionários mais essenciais para a sua sustentabilidade. Quer ser um deles? Veja aqui como!

Em nosso país, as taxas de desemprego têm se elevado vertiginosamente. O motivo é basicamente simples: diante da crise econômica, as empresas se vêem obrigadas a abrir mão de boa parte de seus recursos humanos e selecionar os funcionários mais essenciais para a sua sustentabilidade. Na realidade, os profissionais mais cobiçados pelas empresas possuem em comum certas características especialmente necessárias nos momentos mais difíceis. Veja aqui como se tornar um deles:

  • Ética em primeiro lugar: Seja conhecido como alguém que sempre cumpre prazos e horários, que evita participar de fofocas e preza pela honestidade e correção. Decida ser absolutamente metódico nessas questões, e em pouco tempo esse será um hábito que lhe conferirá notoriedade positiva.

"Antes uma característica básica de todos, hoje a ética no Brasil passou a ser um diferencial" - Roberto Justus

  • Seja confiável: Quando for solicitado a cumprir alguma tarefa, realmente comprometa-se e entregue o serviço completo e bem-feito. Não se acanhe de pedir suporte ao solicitante, utilizar a ajuda dos colegas, inclusive de outros setores, e, se for necessário, solicite um prazo maior. Enquanto não finalizar, mantenha o solicitante a par do andamento e nunca, sob qualquer hipótese, retorne sem resultados, nem que seja um relatório explicando (e comprovando!) os motivos da não possibilidade de realização do que foi pedido.

"Por mais humilde que seja, o trabalho bem feito inspira uma sensação de vitória" – Jack Kemp

  • Jogue com o time: Abuse do networking, dentro e fora da empresa onde você trabalha. Não seja mesquinho, procurando os colegas apenas quando precisar de ajuda, mas mostre-se generoso, seja sinceramente interessado no sucesso de todos. Ajude as pessoas e conquiste a confiança delas. Forme alianças do tipo ganha-ganha e alimente constantemente essas parcerias. Acredite, elas farão muita diferença no seu desempenho profissional em curto, médio e longo prazo.

"O talento vence jogos, mas só o trabalho em equipe ganha campeonatos" – Michael Jordan

  • Exercite a sua inteligência emocional: É possível que tenha que vivenciar, eventualmente, ocasiões nas quais o atrito parecerá inevitável. Ao invés de perder as estribeiras, utilize a situação difícil para adotar um padrão de reação premeditado, que lhe favoreça profissionalmente – mantenha-se sempre frio, buscando propor soluções mediadoras e inteligentes. Nesses momentos, quando pessoas medianas não poderiam se controlar o suficiente, você conseguirá se destacar definitivamente. Se em alguma exceção você não conseguir mesmo manter a calma e o raciocínio, prefira uma rápida retirada estratégica, mas jamais se deixe sequestrar pelos seus sentimentos no ambiente profissional.

"Não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito" - William Shakespeare

  • Proatividade não é clichê: É sinônimo de sucesso pessoal! Ser proativo envolve enxergar além, pensar fora da caixa. Realizar esse objetivo de fato, em meio à dura realidade do dia-a-dia, pode ser bastante trabalhoso. Você terá que analisar ângulos diferentes do habitual e colocar a criatividade em prática, balanceando sua atenção entre cada inovação e todas as suas atividades rotineiras, sem deixar a peteca cair! Toda essa dedicação não apenas atrairá a atenção dos seus empregadores, mas também desenvolverá suas habilidades, sua automotivação e também fortalecerá sua autoconfiança. Esse ganhos transcendem, em muito, uma eventual expectativa de reconhecimento profissional - cada sucesso, cada aprendizado e cada experiência fará parte de você e de sua história para sempre. Então, não deixe passar toda oportunidade de se superar, e faça isso primeiramente por você mesmo.

"Eu não tenho ídolos. Tenho admiração por trabalho, dedicação e competência" – Ayrton Senna

  • Mantenha-se em movimento: Esteja presente nas redes sociais voltadas para o mundo profissional – faça um perfil no Linkedin, tenha um currículo Lattes, desenvolva projetos, escreva artigos... Ou seja, não pare! Participe de eventos relacionados a sua área, esteja presente em seminários, cursos de reciclagem e esteja sempre aprendendo e compartilhando conhecimento. Não perca chances de se desenvolver diante do mercado, incrementando cada vez mais a sua competitividade.

"Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. Mas se você não fizer nada, não existirão resultados” – Mahatma Gandhi

Embora a recessão seja uma ocasião extremamente desgastante e certamente indesejada, esse momento pode, sob certo ponto de vista, forçar um exercício organizacional benéfico e construtivo através dessa “seleção natural”, além de se transformar numa oportunidade de crescimento e de reconhecimento para os profissionais que conseguirem se destacar, realmente fazendo a diferença nas empresas que tiveram a boa sorte de contratá-los.

"No meio da dificuldade, encontra-se a oportunidade" – Albert Einstein

E você? Está decidido a se manter nesse time seleto? Comente aqui suas experiências e compartilhe conosco as suas dicas!

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento