Como montar e gerenciar o seu próprio negócio – Apresentação
Como montar e gerenciar o seu próprio negócio – Apresentação

Como montar e gerenciar o seu próprio negócio – Apresentação

Uma dica de ouro para quem deseja se tornar empreendedor é a seguinte: sonhe grande, comece pequeno e aja rápido

Inicia-se hoje, neste Canal de Empreendedorismo, o Projeto de “Como Montar e Gerenciar o Seu Próprio Negócio”, que tem por objetivo informar dicas para as pessoas interessadas em criar e gerenciar um negócio próprio ou para aquelas que já tenham um negócio próprio e desejam melhorar os processos dos seus negócios.

O arcabouço deste projeto está basicamente fundamentado no meu livro: “Montando e Mantendo o $eu Próprio Negócio”, que será complementado com outros artigos, também, de minha autoria.

E para cumprir o objetivo proposto neste projeto, apresento um roteiro que você poderá compartilhar, no qual irá fazer uma imersão no mundo do empreendedorismo, para obter dicas de ouro de como montar e gerenciar o seu próprio negócio e colocá-las em prática em seus, atuais ou futuros, negócios.

Dessa forma, o roteiro está baseado em três verbos: inspirar, criar e gerenciar – que correspondem aos três capítulos do livro “Montando e Mantendo o $eu Próprio Negócio”.

Inspirar – que no livro “Montando e Mantendo o $eu Próprio Negócio” corresponde ao capítulo I – tem por finalidade abordar as trajetórias de grandes empresários que se tornaram bem-sucedidos e famosos graças à perseverança e à grande vontade de vencer; e trazer, também, inspiração e motivação para os novos empreendedores seguirem os passos desses gurus empresariais.

No livro são citados quatro empresários que se destacaram nas mais variadas áreas. Tais como: Irineu Evangelista de Sousa, também, conhecido como Barão de Mauá; Henry Ford considerado o rei do automóvel; John Rockefeller, este conhecido como o rei do petróleo; e, por fim, Bill Gates, o dono da Microsoft, o bilionário que, atualmente, detém o título de o homem mais rico do planeta, com uma fortuna avaliada pela “bagatela” de 79,2 bilhões de dólares.

Outros empresários bem-sucedidos que poderão servir de inspiração para novos negócios são: Steve Jobs – da Apple; Larry Page e Sergey Brin – do Google; Mark Zuckerberg – do Facebook; e os brasileiros Flávio Augusto – um dos sócios do Portal Administradores, que fundou o curso de inglês Wise Up e, mais tarde, o Ometz Group e, em 2013, adquiriu o clube de futebol Orlando City –; e Carlos Wizard Martins – fundador de escola de idiomas Wizard e do Grupo Multi Educação. O que me levou a citar esses dois brasileiros foi devido às dificuldades enfrentadas para conquistarem o sucesso – uma vez que partiram do zero e construíram grandes impérios empresariais.

Criar – que no livro corresponde ao capítulo II – este segundo verbo tem por finalidade trazer dicas de como montar a sua própria empresa. Onde serão citados os seguintes assuntos: a escolha do segmento em que você irá atuar, ou seja, se será uma empresa da indústria, comércio ou serviço; os fatores que influem na escolha da localização do negócio; a forma jurídica da empresa; a documentação necessária; os encargos tributários; os aspectos internos e externos que irão ajudar na organização e apresentação da empresa; etc.

Gerenciar – que no livro corresponde ao capítulo III – este terceiro verbo tem por fim trazer dicas de como gerenciar bem para que o negócio obtenha sucesso. Sem dúvida é a parte mais difícil e que leva muitas empresas à falência. Aqui serão dadas dicas como: planejamento estratégico; controle financeiro – fluxo de caixa; controle de estoques; como evitar os desperdícios; técnicas para conquistar clientes; estratégias para determinar os preços nas mercadorias; propaganda; marketing; conteúdos para uso da internet em negócios na Web; e outros.

Sem dúvida nenhuma que o empreendedorismo é um fator preponderante para o desenvolvimento da economia de um país. Por isso, ele deve ser disseminado para que um número cada vez maior de pessoas participe com as suas ideias para a construção de um país melhor.

Mas, para quem pretende empreender é muito importante saber os três pilares do empreendedorismo que são: oportunidade, vontade e habilidades. E, para que você possa entender esses três pilares: apresento o exemplo do empresário Flávio Augusto que antes de montar o seu próprio negócio – a escola de idiomas Wise Up – trabalhou em uma escola de idiomas.

Assim, quando decidiu abrir a sua escola de idiomas, já possuía experiência, conhecimento e capacidade – que são as habilidades; quando vislumbrou uma demanda não atendida ou mal atendida no nicho de aulas de inglês para adultos, surgiu aí uma oportunidade de mercado; e, por fim, quando acreditou no seu projeto e colocou em prática a criação da escola de idiomas Wise Up – que se tornou um sucesso e foi replicada por meio de franquias – observa-se aí, à vontade.

Outra dica de ouro para quem deseja se tornar empreendedor é a seguinte: sonhe grande, comece pequeno e aja rápido. Continuando no caso acima, quando o Flávio Augusto iniciou o seu negócio começou pequeno; porém, tinha um sonho grande que era expandir o seu negócio em grande escala – que acabou se concretizando por meio das franquias das escolas –. E, por fim, tome as suas decisões rápido quando surgirem às oportunidades e ameaças – por isso, aja rápido.

Espero que você tenha gostado da apresentação do projeto “Como Montar e Gerenciar o Seu Próprio Negócio”. No próximo artigo irei escrever sobre a trajetória do Bill Gates, o dono da Microsoft. Aguardem!

Texto baseado no meu livro “Montando e Mantendo o $eu Próprio Negócio

ExibirMinimizar
aci baixe o app