Como melhorar sua empregabilidade?

A empregabilidade é a chave para se adaptar às demandas das empresas e às constantes oscilações do mercado de trabalho

A palavra-chave na procura de emprego é: empregabilidade. Desse modo, você precisará de muito esforço para obtê-la, melhorá-la e poder se destacar para os recrutadores. A empregabilidade é a chave para se adaptar às demandas das empresas e às constantes oscilações do mercado de trabalho.

As mudanças no mercado de trabalho, aumento da competição entre os candidatos, a necessidade de se diferenciar do resto para atrair a atenção dos recrutadores, e a obrigação de adotar diferentes estratégias podem te levar a se dedicar a algo que nunca fez antes.

A chave para a empregabilidade é saber como alcançá-la, melhorá-la e gerenciá-la, tentando prever o que fará no futuro, qual o setor ou profissão vai estar trabalhando dentro de alguns anos, tendo em conta os seus pontos fortes e habilidades diferenciais. Então, veja a seguir as habilidades que fazem ampliar a sua empregabilidade:

1- Autoconhecimento

Primeiro, você deve se concentrar em identificar seus potenciais, recursos, motivações e limitações. Nesse sentido, procure se perguntar: o que você faz bem e o que precisa melhorar ou adquirir? Isso tem que servir para a construção de uma imagem e um autoconceito positivo, no qual crie valorização e confiança em suas próprias capacidades, explorando melhor seus recursos.

2 - Motivação para a aprendizagem ao longo da vida

A vida está indo mais e mais rápido. A revolução tecnológica, os processos e os modos de agir mudam rapidamente. O que foi válido ontem não é mais tão importante hoje. Portanto, é crucial desenvolver uma motivação para a aprendizagem contínua, que começa a partir da capacidade de saber como analisar seus déficits, o que precisa ou não ter bem desenvolvido, mantendo sempre uma atitude positiva para aprender a melhorar suas habilidades.

3 - Flexibilidade e adaptação à mudança

A capacidade de gerar estratégias para se adaptar às mudanças, para expandir horizontes, contemplar novas possibilidades, analisar mudanças profissionais, entre outras, é muito importante.

4 - Iniciativa e autonomia

Devemos ser responsáveis ​​por nossas próprias ações, agir sem ter que ir a terceiros para solicitar sua ajuda ou esperar que alguém chegue para te salvar. Você precisa se antecipar, colocando no papel aquilo que depende de você mesmo. Em resumo, "faça as coisas acontecerem".

5 - Competências digitais

O uso de ferramentas digitais é fundamental tanto para o processo de busca em si, quanto para o aumento da empregabilidade, uma vez que o número de cargos que exigem esse tipo de qualificação é cada vez maior. Por isso você precisa abordar o conceito de "nativos digitais", uma vez que o futuro está localizado lá.

6 - Planejamento, organização e gerenciamento de tempo

O desemprego, especialmente quando é prolongado ao longo do tempo, prejudica suas capacidades de planejamento e organização. Você melhora sua empregabilidade quando adquire estruturas e ferramentas para estabelecer prioridades, planos de ação, otimização de meios e recursos, etc.

7 - Habilidades sociais

Sua empregabilidade aumenta consideravelmente quando desenvolve adequadamente as "habilidades sociais". A capacidade de se comunicar adequadamente verbalmente, não verbalmente e digitalmente, persuasão, liderança, competência para gerar relações produtivas de natureza profissional e pessoal, o cuidado da sua marca pessoal, etc. São aspectos fundamentais para aumentar sua rede de contatos e, ao mesmo tempo, enfrentar entrevistas de emprego.

8 - Competência para trabalho em equipe

É necessário ter a capacidade de trabalhar de forma colaborativa, compartilhando recursos, conhecimentos e experiências para que esses processos sejam orientados para o alcance de objetivos comuns.

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    Luciana Ferreira

    Luciana Ferreira

    Luciana Ferreira é Administradora de empresas, com especialização em gestão de pessoas (UNIARA) e gestão pública (ESAB). Motivada por despertar talentos e otimizar resultados de negócios, tornou-se Coach de profissionais especialista em transição de carreira, líderes e equipes e fundou o grupo Elemento RH, com experiência de mais de 12 anos na área de gestão de pessoas. Atualmente, é mentora de negócios e agente pela Inovativa Brasil, Jungle no MIT Sloan (2018), membro do conselho deliberativo da ABRH SP (2016-2018). Foi embaixadora da rede internacional de negócios Mulheres que decidem (2015-2016). É palestrante especializada em mudança de comportamentos, motivação, empreendedorismo e empregabilidade. Sua frase proferida é que: “O sucesso não está lá fora para ser alcançado. Está dentro dos talentos que compõe as organizações para serem descobertos. Para isto, faça ações positivas. Tudo começa com uma decisão”.
    café com admMinimizar