Como funciona a importação indireta

A empresa intermediária poderá ter a exclusividade da operação do produto desejado ou ser apenas um facilitador (intermediário entre o importador e o exportador)

A Importação Indireta é aquela operação de compra no exterior realizada através de uma Trading Company, uma empresa intermediária. Esta empresa poderá ter a exclusividade da operação do produto desejado ou ser apenas um facilitador (intermediário entre o importador e o exportador).

A importação indireta funciona da seguinte maneira:

  • Radar – Autorização de importação > Trading
  • Negociação de valores com o fornecedor > Trading
  • Contato com fornecedores > Trading
  • Pagamento do fornecedor > Trading
  • Coordenação de embarque > Trading

Vantagens da importação indireta são:

  • Utilização do poder de barganha da Trading.
  • Possível conhecimento do mercado do fornecedor.
  • Facilitação da comunicação e negociação.
  • Conhecimento dos processos burocráticos na importação.

As desvantagens na importação indireta são:

  • Perda do controle no processo da importação.
  • Falta de contato direto com os fornecedores.
  • Aumento do custo com as comissões da trading.
  • Aumento de prazos na importação.
  • Inflexibilidade logística.

Atualmente, duas formas de importação indireta são reconhecidas e regulamentadas pela Secretaria da Receita Federal (SRF), a importação por conta e ordem e a importação por encomenda.

Para que sejam consideradas regulares, tanto a prestação de serviços de importação realizada por uma empresa por conta e ordem de uma outra – chamada adquirente – quanto a importação promovida por pessoa jurídica importadora para revenda a uma outra – dita encomendante predeterminada – devem atender a determinadas condições previstas na legislação.

Publicado originalmente no site San Schuller

ExibirMinimizar
aci baixe o app