Como fidelizar clientes e escapar dos malefícios da crise

Infelizmente, a crise chegou ao comércio varejista do Brasil. De acordo com levantamento divulgado recentemente pelo IBGE, mesmo com o Dia das Mães, as vendas de maio caíram 0,9% se comparadas com as de abril, e a queda fica ainda maior quando comparamos com o mês de maio de 2014, tivemos uma retração de 4,5%.

Não podemos esperar que as coisas melhorem muito nas próximas semanas, o grande número de notícias negativas faz com que a confiança do consumidor fique abalada, e com isso ele prefira não fazer grandes compras no momento.

Mas o que o varejista deve fazer para continuar vendendo mesmo em tempos de crise? Existem vários tipos de produtos que, independente da crise, nós precisaremos continuar consumindo, como é o caso do comércio alimentício. Neste período que passamos, existem várias estratégias que podem diminuir os impactos da crise, como por exemplo, fidelizar o seu cliente.

Conseguir um novo cliente custa mais caro do que manter um antigo. Para fazer sua marca ser conhecida por outras pessoas, geralmente precisamos de investimentos em publicidade e marketing, mas para mantê-lo, devemos apenas manter o serviço de qualidade que o conquistou. E melhor, um cliente fiel é uma propaganda gratuita e ambulante. Mas como fidelizar esses clientes?

O primeiro passo é ter lojas aconchegantes e bem localizadas. Um ponto muito importante para fidelizar um cliente, é ter uma loja perto da moradia ou do trabalho dele. Por isso é importante manter boas lojas não só nos grandes centros urbanos, mas também em áreas residenciais. Após isso, invista em um bom atendimento e coloque preços que se enquadrem com o local onde a loja está instalada. Fidelizar clientes pode não ser algo que aconteça do dia para a noite, mas é algo pelo qual vale a pena trabalhar.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento