Como fazer uma análise de mercado

Um jovem de primeira viagem tem pouca ou nenhuma experiência para tocar seu negócio. Por isso, é fundamental a elaboração de um plano de negócio. É uma excelente ferramenta para usar na comunicação e na persuasão do público interessado, parceiros, sócios e investidores. Uma das partes do Plano de Negócio é a análise de mercado, onde o empreendedor estuda as oportunidades e tendências do mercado, conhecendo melhor o mercado consumidor, mercado fornecedor e o mercado concorrente

Na aventura empreeendedora, especialmente para os mais jovens, que estão fazendo essa viagem pela primeira vez, os fatores dinâmicos do mercado criam muitos riscos e armadilhas. Um jovem de primeira viagem tem pouca ou nenhuma experiência para tocar seu negócio. Por isso, é fundamental a elaboração de um plano de negócio. É uma excelente ferramenta para usar na comunicação e na persuasão do público interessado, parceiros, sócios e investidores.

Uma das partes do Plano de Negócio é a análise de mercado, onde o empreendedor estuda as oportunidades e tendências do mercado, conhecendo melhor o mercado consumidor, mercado fornecedor e o mercado concorrente.

Quem é o seu cliente? Identificar claramente se o seu cliente é uma pessoa física ou jurídica? Logo depois, você segmenta o mercado. Lembre-se, nem todo mundo é seu cliente. Por que segmentar o mercado é importante?

Por que nem todo mundo é seu cliente, com o processo de segmentação, o empreendedor pode concentrar melhor os esforços de venda e maximizar o retorno de investimentos.

Segmentar é dividir o mercado em vários grupos ou segmentos.

As principais bases de segmentação são:

Segmentação demográfica

Segmentação geográfica

Segmentação psicográfica

Na segmentação demográfica, você vai conhecer melhor a pessoa física e a pessoa jurídica. Para a pessoa física, saber a faixa etária, a faixa de renda, o estado civil, o tamanho da família e o nível de escolaridade de seus clientes. Para a pessoa jurídica, conhecer o faturamento, o número de empregados, o setor, ramo de negócio dos clientes pessoas jurídicas.

A Segmentação geográfica é conhecer a região da empresa cliente, o endereço, bairro, cidade e região. Pode ser uma área específica da cidade inteira, o estado, país e até o mercado internacional.

Na segmentação psicográfica – com relação ao cliente pessoa física, identificar as preferências, hábitos de compra. Para a pessoa jurídica, conhecer as referências no mercado, a ISSO, exigências de qualidade.

Mercado Fornecedor: Pesquise o seu mercado fornecedor através de revistas especializadas e focadas. Conhecer bem as matérias primas e mercadorias que o empreendedor precisa para colocar o negócio em funcionamento. Selecionar os principais fornecedores e a localização desses fornecedores. Negociar com os fornecedores como parceiros estratégicos.

Mercado concorrente: Quem são os seus concorrentes? Seus pontos fortes e fracos. São inovadores ou acomodados? Todo negócio tem algum tipo de concorrência, seja direta ou indireta. Uma boa análise da concorrência pode ser feita através dos fatores de percepção dos clientes e de fatores estratégicos.

Como fatores de percepção dos clientes temos a qualidade, a durabilidade do produto, a satisfação das necessidades e a comodidade da embalagem. O preço não pode ser nem muito alto nem baixo demais. E a conveniência, pela facilidade de acesso e horário de atendimento.

O concorrente não é mais aquele que faz um produto ou serviço com a mesma função do seu , mas aquele que cria uma alternativa diferente, mais inovadora, econômica e de melhor utilização. Como por exemplo, o maior concorrente do teatro não são os outros teatros, o principal concorrente do teatro é o cinema. O maior concorrente da padaria, não é mais a outra padaria do bairro, mas, os supermercados, mercadinhos e mercearias.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento