Como fazer marketing de conteúdo no LinkedIn

Se você está procurando por fofoca fresca, e uma barreira infinita de selfies e vídeos virais de gatos, existem muitas redes sociais que podem resolver isso para você.

Agora, se você está em busca de networking profissional, ou seja, conectar-se com indivíduos que pensam de forma semelhante em sua indústria e assim avançar em sua carreira, LinkedIn é a rede que você deve estar.

Colocando de forma simples, essa rede social é para profissionais.

Com 433 milhões de usuários ativos em Abril de 2016 e dois novos usuários a cada segundo, temos muitas oportunidades de marketing no LinkedIn. Pode ser uma ferramenta incrível de crescimento do seu negócio e expansão de marca. Com a aquisição recente feita pela Microsoft em Junho de 2016, seu futuro pode reservar um crescimento ainda maior.

O valor do LinkedIn para a maioria de seus usuários está na construção de uma marca pessoa, a criação de um curriculum online e também, a oportunidades de trabalho.

Mas o LinkedIn é muito mais que isso.

É uma plataforma poderosa para marketing de conteúdo.

Isso começa com uma imagem profissional e um slogan que resume com precisão tudo sobre você.

Então você deve completar todas as seções disponíveis em seu perfil incluindo experiências, habilidades e recomendações, projetos, organizações, certificados, educação e por aí vai.

Quanto mais informação você inserir, melhor.

É importante que você seja minucioso e não deixe nada incompleto, pois isso será essencial para fazer conexões mais tarde e também para construir relacionamentos com outros profissionais, fornecedores e clientes.

1. Cresça sua rede

Seu sucesso no LinkedIn está relacionado diretamente ao tamanho da força de sua rede. Por essa razão, um alto nível de engajamento é essencial.

A menos que você já tenha uma base de seguidores significante, o estágio inicial é o mais difícil. Podemos comparar a uma subida de ladeira bem íngreme.

É por isso que sou defensor de ser proativo e ser o responsável por iniciar contato com conexões em potencial.

Obviamente, você quer adicionar apenas pessoas que você conheça de alguma forma. Eu também recomendo personalizar seu convite para que não fique no padrão genérico “Gostaria de te adicionar a minha rede profissional no LinkedIn.”

Por exemplo, você pode introduzir-se brevemente e dizer algo como “Nos encontramos algumas vezes em reuniões de negócio que foram bem produtivas, e adoraria te adicionar a minha rede.”

Ajuste se for necessário para que fique adaptado a pessoas específicas que você está tentando se conectar.

2. Publique conteúdo incrível

Um dos maiores propósitos de estar no LinkedIn é para construir sua credibilidade/autoridade e aumentar o seu capital de marca.

Publicar no LinkedIn, talvez seja a forma mais eficiente de alcançar isso, enquanto aumenta simultaneamente sua exposição.

Para isso, apenas clique em “Escreva um artigo” no painel da sua “Home”.

Inclua uma imagem de capa, um título e comece a escrever.

É importante que o assunto esteja relacionado à sua indústria e seja algo do interesse da sua rede.

O ideal é que, seus conteúdo dirija-se a desafios comuns da sua audiência em face de soluções viáveis à esses problemas.

Você pode inclusive fazer uma curadoria de conteúdo relevante ao clicar em “Compartilhar uma atualização”.

Eu recomendo que tenha um bom equilíbrio entre criar seu próprio conteúdo exclusivo e compartilhar o conteúdo de outros.

De fato, pesquisas apontam que “o equilíbrio ideal para a maioria das empresas é o link para o seu próprio conteúdo entre 25 - 50 por cento do tempo, com 40% sendo a marca ideal.”

3. Crie um grupo

Uma das razões pela qual eu amo o LinkedIn é porque ele lhe dá opções de iniciar o seu próprio grupo.

A partir da minha própria experiência, eu descobri isso como sendo uma excelente forma de focar no seu mercado alvo e construir buzz em volta do seu negócio.

Iniciar é bem simples. Comece rolando sobre o item “Interesses” na sua homepage, e clique em “Grupos”.

Então clique em “Meus Grupos” no topo da sua tela. Então clique em “Criar Grupo”.

A partir daí você precisará completar a informação, criar um nome para o grupo e subir um logo.

Uma vez que você fez isso, você deve divulgar o grupo, contando aos seus contatos sobre isso. Se possível, você deve mirar alguns líderes ou influenciadores pois eles podem ser o catalizador de um grupo efervescente.

Com o tempo, você pode construir uma comunidade relevante e criar bastante relevância para o seu negócio.

Conclusão

Embora o LinkedIn nem sempre atraia a mesma quantidade de atenção como o Facebook e Instagram, é essencial para relações profissionais e possui um potencial sem limites.

Seguindo algumas pequenas estratégias de marketing fundamentais, você pode bater o poder do LinkedIn e ganhar instantaneamente acesso a mais de 430 milhões de usuários. Muito dos quais podem tornar-se contatos para construir exposição e ampliar o valor da sua marca.

Existe alguma estratégia de conteúdo que você implementou no LinkedIn?

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    Neil Patel

    Neil PatelAdministrador Premium

    O Wall Street Journal o chama de influenciador top na web. A Forbes diz que ele está entre os 10 melhores profissionais de marketing no mundo. A Entrepreneur Magazine diz que ele criou uma das 100 empresas mais brilhantes. Ele foi reconhecido como um dos 100 melhores empresários com menos de 30 anos pelo Presidente Obama e um dos 100 melhores abaixo dos 35 anos pelas Nações Unidas.

    café com admMinimizar