Como está a nossa saúde mental?

Reuniões, palestras, discursos, memorandos, avisos, isso tudo cansa, isso tudo exige muito dos nossos neurônios, mas nós cuidamos deles?

O mundo corporativo não brinca com ninguém, exige, suga e extrai o máximo do nosso potencial e habilidade até que não sobre nenhuma gota, ou significará o fracasso. É assim que entendemos este mundo, ou tudo ou nada; mas nos esquecemos de que se nosso corpo não estiver funcionando bem, não podemos render o que queremos.

São muitos detalhes e desafios que precisamos enfrentar todos os dias, e deixar de cuidar da nossa mente é um erro que pode ter resultados fatais num futuro próximo. A saúde deve vir em primeiro lugar; um problema, por mais sério que seja, pode esperar.

Fazer pequenos exercícios diários ajudam (e muito!) nosso desempenho na hora de raciocinar o melhor processo ou escolha. Estar com os neurônios em ordem é uma obrigação para qualquer profissional, e um pouco de caça palavras não vai atrasar ninguém para o voo.

Tente se distrair, fazer jogos educativos e desafiadores, mas que tenham um conteúdo lúdico e divertido. Pratique exercícios e coma coisas saudáveis, cuide-se, sua empresa agradecerá.

Não é muito apelar para que tenhamos saúde, ou é? Espero que como bons racionalistas que somos, possamos ver a lógica e o sentido deste discurso, e um copo de leite para ajudar.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento