Como dizer a coisa certa no momento certo

Dizer ou fazer a coisa certa no momento certo vai lhe proporcionar oportunidades extraordinárias. Conheça uma história que ensinará você a aproveitar as chances que passam todos os dias pela sua frente

Uma única pessoa receberia um prêmio. Não somente um simples brinde, mas sim um dos maiores presentes que alguém pode receber. Um livro. Também não se tratava de um simples livro, era um dos livros que mais influencia as pessoas ao longo todos os tempos: "Os segredos da mentalidade milionária" de T. Harv Eker. O auditório estava lotado, com mais de trezentas pessoas de diversas áreas, mas somente uma seria premiada.

Joinville, auditório da Expoville, dia 24 de fevereiro de 2016. A palestra era de Leandro Marcondes, um dos três brasileiros licenciados por Eker para falar sobre os ensinamentos do livro. Em um momento especial da sua fala, Marcondes proporciona uma ocasião singular, que acontecerá uma única vez. Ele conta uma história e desafia a plateia. Diz: "Quem souber a resposta para a pergunta que eu farei, receberá gratuitamente o livro ' Os segredos da mentalidade milionária' das minhas mãos".

Não vou contar qual era a história, nem qual era a pergunta, muito menos qual era a resposta, porque isso é o que menos importa. O ponto fundamental é saber a importância de estar preparado para dizer a coisa certa, no momento certo. Eu sabia a resposta, que outras duzentas e noventa e nove pessoas não sabiam. Eu respondi. Leandro veio até mim e me pediu que eu repetisse. Então, me passou o microfone para todos ouvirem.

"Parabéns, o livro é seu", disse ele, e me pediu para se apresentar. Além de ganhar o livro, ganhei a chance de contar para todos os presentes o orgulho de trabalhar transformando a vida das pessoas com o Coaching. Leandro passou a palestra inteira repedindo: "Aquele é o Marco, ele é Coach. Precisando de um Coach, fale com ele".

Agora eu pergunto a você. Como eu sabia a resposta? Sou diferente das pessoas que não sabiam? Jamais. O motivo de eu ter a resposta na ponta da língua é resultado da minha preparação. Antes de ir a palestra do Leandro eu me informei acerca de tudo que eu podia sobre ele (li entrevistas, assisti a vídeos, etc.), me informei acerca de tudo que eu podia sobre o assunto (inclusive já tinha lido o brilhante livro de T. Harv Eker).

Não preciso nem dizer que isso não tem nada a ver com sorte. Eu respondi porque me preparei para saber. Não dei um chute e acertei, eu realmente sabia a resposta. Mas existe um outro aspecto, que ilustra um dos ensinamentos do livro de Eker. Trata-se do processo de manifestação, que têm a seguinte sequência: pensamentos > sentimentos > ações > resultados.

Assim que o Leandro disse que daria o livro para quem soubesse a resposta eu pensei "esse livro é meu" (pensamento positivo). Isso automaticamente me deixou empolgado (sentimento positivo). Terminada a história, que eu já conhecia, e feita a pergunta, eu rapidamente respondi (ação positiva). Como consequência, tive o privilégio de ganhar um presente que fará com que eu dê saltos ainda maiores (resultado positivo).

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento