Como cuidar de suas finanças em tempo de crise

Estamos passando por um momento muito difícil, onde o cenário econômico, nos mostra que teremos que superar muita coisa, até tudo voltar ao normal. E a principal situação que vem afetando os brasileiros, é a falta de recurso para pagar suas contas ou fazer qualquer tipo de investimento

A falta de perspectiva, leva algumas pessoas a tomarem algumas decisões sem qualquer tipo de planejamento, afetando ainda mais a sua situação.

Para evitar que a situação se complique ainda mais, e conseguir o equilíbrio financeiro é necessário adotar algumas medidas.

O primeiro passo é fazer um levantamento de todas as despesas e receitas, para poder ver como vai ficar o orçamento. Esse levantamento pode ser feito através de planilhas eletrônicas, aplicativos e outros. Sugiro que utilizem ferramentas de fácil movimentação de forma que as informações sejam inseridas diariamente.

Após avaliar essas situações um fator crucial que deve ser analisado é a situação da inadimplência, que é tudo aquilo que deixamos de pagar no prazo determinado. Para fazer essa renegociação, é importante falar diretamente com a empresa que você fez a compra, negociar novo prazo e tentar evitar o máximo de juros.

Em hipótese alguma, deve ser utilizado o cheque especial ou juros de cartão de crédito, esses são alguns dos maiores vilões de sua vida, devido as suas taxas enormes. Se for necessário, busque outras formas de ganho, por exemplo: um empréstimo pessoal com taxas de juros menores e não esqueça de colocar na sua programação.

Após fazer todo levantamento, é importante evitar novos débitos até regularizar a sua situação financeira. Faça tudo de acordo com sua programação/orçamento.

Feito todos os pagamentos é hora de realizar os sonhos, e para realizar esses sonhos devemos ter bastante cuidado para não tornar um pesadelo, por isso, nunca deixe de planejar. Uma dica importante é envolver toda família nesse processo, explicando a importância de todos se unirem nesse momento. Programe tudo em curto, médio ou longo prazo.

Evite compras a prazo, se puder, negocie sempre a vista, pois a maiorias das empresas trabalham com descontos e isso pode favorecer bastante.Tenha sempre uma reserva para possíveis eventualidades e ao invés de usar o cartão de crédito você poderá usar essa reserva.

Reserve sempre 10% de sua renda para investir em uma previdência, pois não sabemos como estará nosso cenário econômico no futuro e prevenindo podemos evitar uma surpresa desagradável.

Em caso de dúvida, entre em contato com um especialista e juntos podem ver a melhor solução.

ExibirMinimizar
aci baixe o app