Como criar bons hábitos e modificar maus com pequenas tarefas diárias?

Hoje falaremos de um dos assuntos mais importantes para desenvolvimento pessoal, os hábitos. Se você se interessou por esse assunto é porque se conhece bem ao ponto de admitir ter hábitos que não ajudam muito na conquista dos seus objetivos, isso é um bom começo já que o pior cenário é a pessoa ter maus hábitos e não saber disso.

Hoje falaremos de um dos assuntos mais importantes para desenvolvimento pessoal, os hábitos. Se você se interessou por esse assunto é porque se conhece bem ao ponto de admitir ter hábitos que não ajudam muito na conquista dos seus objetivos, isso é um bom começo já que o pior cenário é a pessoa ter maus hábitos e não saber disso.

Se você tem maus hábitos e sabe disso fará o possível para muda-los, e nesse artigo vou mostrar o como podemos fazer isso.

Identificando os maus hábitos

O primeiro passo é identifica-los. Quais hábitos que você pratica e que estão te incomodando? Quais hábitos estão colocando os seus resultados em risco?

Você deve identificá-los para que assim possa agir diretamente neles.

Uma vez identificado o hábito você deve fazer o seguinte ....

Modificando os maus hábitos

Não é possível apagar de sua cabeça um mau hábito, mas é possível modifica-lo por outro, e é exatamente isso que vamos fazer. Vamos modificar seu hábito ruim por um hábito benéfico.

O primeiro passo para modificar um hábito é identificar o porquê ele se manifesta, qual sentimento anterior a sua ação. É comum termos maus hábitos quando vamos realizar uma tarefa importante, isso porque o hábito ruim se ativa por causa da ansiedade. Tem hábitos ruins que encontram lugar na tristeza, outros no tédio, você deve identificar qual é o gatilho de seu hábito ruim.

Impedir que o gatilho aconteça

Agora que você identificou qual é o sentimento que faz seu mau hábito ter início, você deve pensar em uma maneira de impedir que ele aconteça, vamos a um exemplo. Se você tem o hábito de comer doces às 11h da manhã e identificou que faz isso por causa de seu baixo nível de glicose no sangue, basta as 10h você se alimentar com um alimento com menos glicose e assim seu gatilho das 11h não será ativado. Compreendeu?

Mudando o hábito

Depois de identificado o mal hábito, ter percebido qual é o gatilho e antecipado o sentimento, agora é a hora de você escolher suas recompensas. No livro “O poder do hábito” deixa muito claro a importância da recompensa para concretização do hábito.

Por isso se você quer modificar um hábito deve pensar em uma recompensa sempre quando realiza-lo. Por exemplo, se quer criar um hábito de ir na academia uma ideia seria colocar um shake delicioso após o treino, assim sua recompensa por ter executado uma boa tarefa seria uma boa sensação no paladar.

E pelo contrário, se você faltou a academia para fazer qualquer outra coisa sem importância deve se impor um castigo, de forma a mostrar ao seu celebro que ele não terá vantagem quando se auto sabotar.

Dentro dessa ordem é muito interessante ter alguém acompanhando-o, pegando o exemplo da academia, se tiver um amigo que vai com você, pode falar com ele para que aplique o castigo caso você falte.

Resumão

Resumindo tudo, para modificar um hábito ruim por um bom deve identificá-lo, identificar o gatilho que ativa, antever esse gatilho com uma boa tarefa, recompensar quando nutrir o bom hábito e aplicar sua auto punição se não realizá-lo.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento