Como atrair o sucesso

Tem pessoas que odeiam o sucesso. Já se perguntou por quê?

Nos meus bons e velhos tempos da faculdade, fazia parte de um grupo de estudos muito esforçado. Nós não éramos os mais “inteligentes”, mas quando nos juntávamos para fazer alguma coisa acontecer, mandávamos bem pra caramba!

Como sempre se tratava de trabalho em equipe, sabíamos que haveriam desafios muito grandes para serem superados, mas também tínhamos a consciência de que era importante para nós aprender a lidar com todos eles, se quiséssemos ser bons profissionais. Então, definimos um objetivo em comum: queríamos realizar trabalhos que nos dariam orgulho de apresentar, desenvolver o máximo possível os talentos de cada um dentro de todos os projetos, e provar a nós mesmos que, embora individualmente tivéssemos limitações, juntos seríamos capazes de conquistar tudo o que quiséssemos! E não é que deu certo? Durante os quatro anos de curso, vencemos competições, quebramos alguns recordes de pontuação geral e nos destacávamos muito pelo nosso sucesso.

Por causa disso, como se pode esperar, enfrentávamos algo que ainda era novidade para nós, mas que aos poucos descobrimos que infelizmente faz parte da vida profissional de muita gente: algumas pessoas não gostam do sucesso!

Estranho, não? Pois é! Alguns simplesmente rejeitam o sucesso como se fosse algo obsceno ou pecaminoso. Apesar de ser um absurdo, é bem comum. Observe ao seu redor: há pessoas que se recusam a aceitar elogios (“Essa blusa? Que nada! É tããão velhinha...”), que marginalizam quem é bem remunerado (“Só foi promovido porque puxa o saco do chefe!”), que consideram toda ambição sendo inescrupulosa ou toda vaidade como fútil (“Ela troca de carro todo ano só pra se exibir”). Tem quem não respeite os sonhos uns dos outros e não valorize os esforços - ou até mesmo a sorte! – de quem chegou ao sucesso.

É triste, para mim, observar que algumas pessoas enxergam o sucesso como algo a ser ou escondido ou invejado. Eu, pessoalmente, não penso assim. Não estou dizendo que quem pensa assim está mesmo errado - eu não sei! - só acho triste.

Não acho que ficar feliz com o sucesso seja feio. Não fui criada assim (a culpa é da minha mãe!). Eu fico muito feliz com o sucesso - com o meu e com o dos outros, também. Gosto tanto do sucesso que, mesmo que ele não seja meu, compartilho a alegria que ele traz: comemoro, aplaudo, aprendo... E fico me perguntando por quê uns e outros, em vez de cair na festa, ficam arredios, olhando meio de lado, com cara de quem chupou limão.

Talvez o grande problema seja não saber competir. Talvez seja não ter descoberto ainda que a verdadeira competição não é entre duas pessoas diferentes, nem mesmo entre duas equipes, mas da pessoa consigo mesma - comparar a si mesma com o seu próprio desempenho anterior. Aí, sim, é uma competição de verdade! Quem não sabe competir tende a ter sérios problemas com o sucesso - e provavelmente por isso não gosta dele, e aí começa a pensar que ele deve ser disfarçado ou odiado. Deve ser isso, né?

Acho que o grande diferencial de quem realmente vence na vida é que a pessoa goooosta do sucesso - daquele que vem por acaso e também do que nasce do esforço, com dedicação, noites em claro, com diferenças de opinião, com correria, com tudo o que der e vier!

Daquele SUCESSO (sim, com todas as letras maiúsculas!), que vem com a aprovação de Deus, que é o único quem realmente sabe qual é a verdadeira motivação dos nossos corações, e que tem visto exatamente tudo o que tem acontecido e acha justo continuar a nos abençoar tanto. Quem somos nós para duvidar Dele?

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento