Como aprender a aprender direito - aplique o poderoso método Canvas

Você consegue imaginar uma carreira de sucesso, sem aprender o tempo todo?

Vivemos em tempos de mudanças fulminantes gerenciais, mercadológicas e tecnológicas, da consolidação da geração Y, da ascensão da geração digital, da educação à distância, etc.

Qual é, então, o impacto nos métodos de aprendizagem? Aprender ou aprender... Como já disse Alvin Toffler: “Os analfabetos do próximo século ( XXI) não são aqueles que não sabem ler ou escrever, mas aqueles que se recusam a aprender, reaprender e voltar a aprender. “

Para não ficar para trás, é preciso aprender de forma produtiva, ou seja, aprender mais, em menos tempo, por menos dinheiro; estamos falando, então, sobre três variáveis que atuam, diretamente, sobre sua evolução: volume de aprendizagem, velocidade de aprendizagem e investimento em aprendizagem.

No entanto, alcançaremos o sucesso de fato, somente se levarmos em consideração não apenas o volume, mas a qualidade da aprendizagem.

  • Quanto ao volume, é preciso ter foco: “Foco é tudo, dispersão é nada”,
    • por exemplo: conteúdo relevante, inovador e aplicável,

  • Quanto à velocidade, é preciso ter agressividade,
    • por exemplo: os treinamentos corporativos, presenciais e virtuais, são uma oportunidade de forte aprendizagem, ao receber e compartilhar conhecimento, experiência e aprendizados.
  • Quanto a investimentos, é preciso ter bom senso,
    • por exemplo: faça o raciocínio: qual é o custo de não aprender? E lembre-se de uma frase de Derek Bok, Reitor de Harvard: “Se você acha a educação cara, experimente a ignorância”.

A aprendizagem é produtiva, quando o output – volume - é menor do que o input – tempo e dinheiro.

Se você está interessado em ganhar produtividade e está pensando em agilizar a sua carreira, segue aqui uma sugestão: aplique o método CANVAS.

Você já deve ter ouvido falar do CANVAS do Alex Osterwalder – um método simples, ao mesmo tempo, revolucionário, para facilitar o start-up de um negócio; aqui, o foco é outro: lendo esta matéria, você vai poder utilizar o CANVAS para gerenciar o Negócio “EU”.

O que CANVAS tem a ver com o Negócio “EU”?

Ao longo da minha vida profissional (e particular), sempre fui curioso para aprender coisas novas; apanhei, aprendi, avancei. Hoje, lamento não ter conhecido um método tão eficiente e prático como o CANVAS, para otimizar meu aprendizado.

A partir do CANVAS do Osterwalder, criei um CANVAS que permite destravar a aprendizagem, de forma prática e lúdica; você (se quiser, junto com amigos, parentes ou colegas) visualiza possíveis soluções, organizando ideias sobre como buscar resultados de impacto,através do preenchimento de campos, com práticas objetivas e claras, utilizando post-its - tudo em uma única folha(!).

O que faze então: Montar o processo de gestão da sua aprendizagem, a saber:

  • Etapa 1 – Fixar o Objetivo: p.ex., fazer carreira.
    • Pergunte: o que eu quero ser?
    • p.ex. Gestor digital
  • Etapa 2 – Elaborar uma Estratégia: p.ex., fazer a diferença.
    • Pergunte:Qual é a aprendizagem mais relevante para meu caso?
    • p.ex. Tecnologia de Informação e Comunicação
    • Pergunte:Quais são meus pontos fortes?
    • p.ex. programar softwares
    • Pergunte: Quais são pontos fracos?
    • p.ex., gerenciar um projeto
    • Pergunte: O que quero ofertar?
    • p.ex. Emprendedorismo digital de ponta
  • Etapa 3 – Estabelecer Prioridades: p.ex., desenvolver o negócio “EU”.
    • Pergunte: Quais são minhas competências que devo aprimorar?
    • p.ex. Liderar Equipes
  • Etapa 4 – Identificar a Pessoa: p.ex., “EU”, como fonte de soluções.
    • Pergunte: Qual perfil de profissional eu busco?
    • p.ex. Aquele que inova e resolve
  • Etapa 5 – Desenhar minha Organização: p.ex., executar aprendizagem.
    • Pergunte: Qual postura adotar em treinamento? p.ex.:
    • Cabeça livre – não atolado com pendências
    • Cérebro oxigenado – não pendurado na recepção
    • Pontualidade – ao chegar e retornar dos intervalos
    • Comprometimento – deixar o celular desligado
    • Humildade – aceitar desaprender
    • Interação – dialogando, discutindo, decidindo
    • Crítica – questionar para tirar dúvidas
    • Aplicação – testando novas práticas, no seu dia a dia
  • Etapa 6 – Alocar Recursos: p.ex., dinheiro.
    • Pergunte: no que investir?
    • p.ex. pense em Educação à Distância (e-learning) para otimizar o mix tempo – conforto – dinheiro.
  • Etapa 7 – Avaliar o progresso: p.ex., satisfação da empresa.
    • Pergunte: como avaliar a evolução da minha aprendizagem?
    • p.ex. perguntar aos usuários, como eu estou me saindo?

Pronto: Faça seu mapa estratégico e lembre-se: “Você é, ao mesmo tempo, o maior fator de sucesso e o maior freio de mão.” (Anônimo)

Pise no acelerador, da fórmula mais simples, para montar o Negócio “EU”...

  • Você explora abrangência, através do processo de aprendizagem.
  • Você otimiza automação, através do CANVAS de aprendizagem
  • Você facilita avanço, combinando os dois

Experimente a proposta - sem moderação – aprender mais rápido do que seus concorrentes pode ser sua única vantagem competitiva sustentável. (Arie de Geus)

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento