Como a ciência da Administração pode contribuir com o seu sucesso na vida pessoal

Na Administração há diversas ferramentas de gestão utilizadas para gerar ideias, analisar pontos fortes e fracos, para definir prioridades, para gerar planos de ação, enfim, para gerar resultados. Assim sendo, o que acha de usar algumas delas para gerar resultado na sua vida pessoal?

Formei-me em Administração e, desde então, sou fascinado pelas ciências da Administração e suas inter-relações com outras ciências. Por isso, adaptar alguns princípios e ferramentas da Administração para a vida pessoal se apresenta como uma estratégia eficiente e eficaz para o sucesso em um contexto amplo, além de realizações financeiras e materiais.

As empresas buscam atingir objetivos e metas gerando resultados, para tanto, articulam diversos recursos e estratégias para atingi-los. Nesse percurso é necessário gerir, planejar, coordenar, controlar, mensurar, inovar, reduzir custos, liderar, motivar,treinar e desenvolver, formar equipes coesas, tomar decisões;e isto somado a outras diversas ações. Outro aspecto que vale a pena ressaltar é que as empresas estão inseridas em um ambiente econômico, social, político, ambiental e cultural, influenciando e sendo influenciada pelos mesmos.

Administração, embora haja diversos conceitos dependendo do estudioso, em linhas gerais, é uma ciência social aplicada, responsável pelo planejamento, organização, direção/coordenação e controle dos recursos, estes envolvendo recursos humanos, financeiros, materiais, entre outros. Para Peter Drucker (2006), considerado o pai da Administração Moderna, “o trabalho do administrador pode ser definido como planejar, organizar, ajustar, medir e formar pessoas”.Ora, voltando para a possibilidade de aplicar ferramentas e conceitos da Administração na vida pessoal, não precisaríamos planejar nossas ações diariamente, inclusive aquela viagem, a escola dos nossos filhos, aquela faculdade que queremos fazer ou aquela reunião de família aos domingos?Quais são suas metas e objetivos?

Tratando-se de organização,quantas vezes você já se pegou dizendo que precisa organizar sua vida ou a sua casa? Quantas vezes você se estressou nos últimos dias justamente por falta de organização? Quantas vezes foi parar no médico ou no psicólogo sentindo que seus pensamentos estavam desorganizados e isto lhe afligia?

No percurso entre a sua situação atual e a situação desejada (objetivos e metas), bem como para assumir os seus diversos papéis sociais, você precisa alocar e coordenar recursos, monitorando e medindo se está no caminho certo, caso contrário, como saberia se escolheu o caminho e os recursos certos?

Somos seres sociais e dela (sociedade) dependemos e sobrevivemos. Apesar das diversas relações sociais que nos envolvemos, a família possui uma expressividade maior, já que é que se constitui em uma das primeiras relações que nos deparamos ao longo do nosso desenvolvimento, constituindo boa parte da nossa bagagem emocional, psicológica e efetiva. Logo, treinar, desenvolver, liderar a si e ao seu time familiar não constitui algo importante e valoroso? Sua família, pequena ou grande, não é um tipo de equipe ou time? Se não for, é bem provável que estejam em constantes conflitos, acusações e desgastes, obtendo resultados mínimos frente às possibilidades.

Roberto Shinyashiki, mestre em Administração e Psiquiatra, palestrante e escritor internacional, ao meu ver, faz brilhantemente a correlação entre os princípios e ferramentas da Administração com a gestão pessoal do indivíduo, ou seja, das nossas necessidades físicas, emocionais e psicológicas, é só reparar os títulos e ler seus livros inspiradores.

Sobre essa perspectiva toda, desafio o leitor a refletir sobre os conceitos anteriores e as ferramentas a seguir, e se perguntar como as ferramentas da administração podem ser úteis na vida pessoal. Segue (JÚNIOR; CIERCO et al.,2008, p. 87-164):

ü Ciclo PDCA: método para a promoção da melhoria contínua que consiste em 4 fases cíclicas: planejar (definir metas e métodos); executar (educar e treinar, ainda, executar a tarefa coletando dados); verificar (resultados da tarefa executada) e agir (corretivamente e/ou padronizar).

Quais são suas metas? Como vai atingi-las? Quais aprendizados são necessários? Como vai verificar que está no caminho certo? Que comportamento positivo gostaria de repetir e desenvolver o hábito?

ü Diagrama de causa e efeito: também conhecido como espinha de peixe, é uma ferramenta de representação das possíveis causas que levam a um determinado efeito. Levantar as possíveis causas e analisar as diversas etapas do processo do problema é fundamental.

Está tentando resolver a questão-problema dando foco no problema ou na solução? Suas ações estão direcionadas para a causa real ou para os efeitos? Quais seriam as causas para os seus problemas? Cuidado com as respostas sem critérios!

ü Matriz GUT: é a representação de problemas (ou oportunidades, dependendo do ponto de vista) ou riscos potenciais através de priorização e quantificação:(G) Gravidade, (U) Urgência e (T) Tendência.

Nesta era onde a tecnologia dita o ritmo acelerado das informações e do conhecimento nos dando a sensação de falta de tempo para tudo, selecionar e tomar decisões com base em prioridades me parece ser uma alternativa viável, principalmente quando esquecemos do tempo vendo programas nada produtivos, navegando por horas na internet ou querendo fazer tudo sem tirar os olhos do WhatsApp (risos!). Quais são suas prioridades? Vive adiando tudo até que os problemas se tornem urgentes e o desespero se instale?

ü 5S: é uma metodologia de aspecto filosófico (educação) para implementação e mudança no ambiente de trabalho. Consiste em 5 sensos: (1) Organização, utilização e descarte; (2) Arrumação e ordenação; (3) Limpeza e higiene; (4) Padronização e (5) Disciplina.

Penso que a educação como um todo deveria ser pautado nessa filosofia, principalmente quando nos referimos ao consumo. Outro aspecto é que certos sentimentos e pensamentos negativos, como a raiva e o rancor, também podem ser descartados, higienizados e,de forma disciplinar, substituídos por pensamentos mais produtivos e positivos.

ü 5w3H: envolve definir um plano de ação para objetivos definidos respondendo questões como: Por quê? O quê? Onde? Quando? Quem? Como? Quanto custa? Quantos? Essas perguntas também são muito usadas nos processos de Coaching.

Reflita sobre seus objetivos, sonhos, metas e oportunidades e tente responder as perguntas citadas! Com base nelas será bem mais fácil sua caminhada em prol de suas conquistas.

ü Brainstorming: ou tempestade de ideias, é uma prática em que os indivíduos emitem suas ideias sem julgamentos, sem críticas, no menor espaço de tempo possível. O propósito é lançar e detalhar ideias com um certo enfoque em um ambiente sem inibições. Nele, há 3 fases: clareza e objetividade na apresentação do assunto, geração e documentação das ideias, análise e seleção.

Já pensou em fazer uma dinâmica dessa com sua família, filhos(as) e esposo(a)? É bem provável que algumas discussões sumiriam, além da possibilidade de surgir novos pontos de vista, oportunidades e alternativas.

Os termos “administrar”, “empresas”, ”maximizar resultados”, por exemplo, podem remeter ao debate de questões como a utilização adequada de recursos, questões éticas, morais,ambientais e legais, entre outros debates necessários. O que é pertinente, visto as problemáticas que vivenciamos e que vivenciaremos, sendo, por tanto, debates necessários e atemporais. Contudo, não perceber e não aprofundar na importância da Administração em nossas vidas nos seus diversos contextos é ter menos recursos estratégicos para lidar consigo, com o outro e com os desafios diários que surgem. Adapte os princípios da administração para a sua vida pessoal sem perder de vista valores, missão e filosofia de vida ética. Sua QUALIDADE de vida agradece!

Compartilhe a ideia!

Bibliografia

DRUCKER, Peter Ferdinand. Introdução à administração. São Paulo: Thomas Learning, 2006.

JUNIOR, Isnard Marshall; CIERCO, Aglinerto Alves; ROCHA, Alexandre Varanda; MOTA, Edmarson Bacelar; LEUSIN, Sérgio. Gestão da qualidade. Série Gestão Empresarial. 9 Ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2008.

DA MATTA, Villela; VICTORIA, Flora. Livro de Metodologia Personal& Professional Coaching. Rio de Janeiro: Publit, 2012.

SHINYASHIKI, Roberto. Os donos do futuro. 14 Ed. São Paulo: Editora Infinito, 2000.

ExibirMinimizar
aci baixe o app