Coisas que ouvi por aí....

Existem certos textos que lemos ou ouvimos...até mesmo certas palavrinhas que fluem pelo ar que fixam em nossas mentes de uma tal maneira que não há quem consiga cerrá-las....eis um exemplo....recebi essa mensagem de um amigo e de certa forma fez com que eu passasse a pensar um pouco mais na questão de como me manter à disposição de mudar algo ao meu redor...ou pelo menos ajudar a melhorar...em prol de um trabalho mais produtivo,de uma organização mais precisa e eficaz...a história dos gansos...e de como eles são fortes o suficiente para manterem ajuda mútua sem receio de "ficar pra trás"...uma vez que a viagem continua.....A FILA ANDA!!!Tainah Amorim Lição de vida da natureza No outono, quando se vê bandos de gansos voando rumo ao sul, formando um grande 'v' no céu, fica a dúvida: será que a ciência descobriu o porquê de voarem desta forma? Sabe-se que quando cada pássaro bate as asas, move o ar para cima, ajudando a sustentar a ave imediatamente atrás. Ao voar em 'v', o bando se beneficia de, pelo menos, 71% a mais de força de vôo, do que uma ave voando sozinha. Pessoas que caminham na mesma direção, têm os mesmos interesses podem aprender com esse exemplo... Podem atingir seus objetivos mais rapidamente se trabalharem em grupo, pois vão caminhar beneficiando-se de um impulso mútuo. Sempre que um ganso sai do bando, sente subitamente o esforço e a resistência necessários para continuar voando sozinho. Rapidamente, ele entra outra vez em formação para aproveitar o deslocamento do ar provocado pela ave que voa imediatamente a sua frente. Se tivéssemos o mesmo sentido dos gansos, a gente se manteria em formação, firmes e diretos, com os que lideram o caminho para onde também desejamos seguir. Quando o ganso líder se cansa, ele muda de posição, dentro da formação, e outro ganso assume a liderança. Vale a pena nos revezarmos em tarefas difíceis e isto serve tanto para as pessoas quanto para os gansos que voam rumo ao sul. Os gansos detrás gritam, encorajando os da frente para que mantenham a velocidade e o ritmo. Finalmente, quando um ganso fica doente, ou ferido, dois gansos saem de formação e o acompanham para ajudá-lo e protegê-lo. Ficam com ele até que consiga voar novamente... Só então levantam vôo sozinhos ou em outra formação, a fim de alcançar seu bando.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.