Coach precisa ser palestrante?
Coach precisa ser palestrante?

Coach precisa ser palestrante?

A relação do coaching com a motivação tem gerado uma generalização ao afirmar que os coaches são uma extensão do trabalho de palestrante motivacional

A relação do coaching com a motivação e o desenvolvimento humano tem gerado uma generalização no mercado em afirmar que os coaches são uma extensão do trabalho de palestrante motivacional.

Isso vem gerando confusão entre os coaches que passam a acreditar que tem a obrigação de estender o seu trabalho até os palcos.

Mas será que o coach precisa mesmo ser um palestrante?

Neste artigo nós vamos discutir um pouco a relação entre as atividades, e tirar algumas conclusões sobre o assunto, para que você possa ou não tornar os palcos um objetivo extra na sua carreira de coach.

O mercado de treinamento e desenvolvimento pessoal

O mercado de motivação e treinamentos, especialmente no âmbito empresarial, que é o caminho por onde o coaching emergiu no Brasil, está muito acostumado com a dinâmica de contratar um palestrante para eventos, ou mesmo para alcançar objetivos específicos.

Com a entrada dos coaches ocupando um mercado próximo ao dos palestrantes, houve uma confusão em algumas pessoas ao entender que são duas atividades relacionadas. Na verdade, cada atividade tem o seu espaço.

Palestrantes têm grande reconhecimento no mercado por ajudar empresas a motivar pessoas e alcançar objetivos através de apresentações de forte impacto emocional.

Já os coaches não tem necessariamente uma abordagem tão forte em tão pouco tempo, pois o coaching tem justamente uma abordagem de desenvolvimento pessoal que exige continuidade e avanço gradativo na realização de objetivos específicos.

O que podemos perceber para o mercado em geral é que cada vez mais as empresas e as pessoas têm percebido a necessidade de se desenvolver para atingir resultados maiores. Cada atividade tem o seu espaço, apesar de estarem situadas em um mercado próximo.

Motivacional x resultado

Um dos principais diferenciais das palestras e processos de coaching é pensar na obtenção de resultados à curto prazo.

Uma palestra normalmente gera motivação e aquece a intenção das pessoas, mas dificilmente esta motivação se manterá por muito tempo se não tiver impacto emocional significativo.

Outro fator que afeta o resultado das palestras é que a sua energia é incrível, mas quando as pessoas voltam para suas vidas e rotinas, normalmente a motivação da palestra não sustenta este estado de empoderamento para mudança.

Já os processos de coaching contam com o acompanhamento do profissional por um período de tempo, medições de andamento dos objetivos e constante reforço sobre o objetivo, o que costuma gerar maior engajamento.

Os dois métodos têm seu espaço, e geram resultados cada um à sua maneira, cabendo então às pessoas aproveitarem cada suspiro de ambas experiências.

Palestras como estratégia de divulgação

Para o coach, a oportunidade de fazer uma palestra gera uma série de benefícios, e pode muito bem se posicionar como uma forte estratégia de divulgação para seu trabalho, e até mesmo para conquista de clientes.

O fato é que uma pessoa que sobe no palco tem um status instantâneo de sucesso e prosperidade – a percepção automática das pessoas perante aquele que sobe no palco é que ele merece estar ali, e já que conquistou este lugar, merecendo, por consequência, a sua atenção.

Dentre as vantagens de um coach se apresentar em uma palestra pública, podemos citar:

Mais autoridade perante o seu mercado;

Oportunidade de conquistar mais seguidores para seu mercado online;

Chance de fazer um discurso de vendas e fechar processos de coaching à partir da palestra;

Oportunidade para sortear sessões gratuitas, que podem se converter em clientes pagantes;

Ganho de uma prova social poderosa, por usar as imagens para publicidade em redes sociais;

Ganhos reais em palestras remuneradas;

Palestra x Coaching em grupo

Uma oportunidade ainda confundida com palestras é a formação de grupos para coaching em grupo.

Coaching em grupo usa todas as técnicas do coaching individual de uma forma mais abrangente, para que cada membro se sinta abraçado pela experiência, e consiga caminhar junto.

Então se você é coach, e o seu objetivo é chegar a palestrar, montar e conduzir seus primeiros grupos de coaching vai te ajudar a ganhar desenvoltura no discurso público, e impulsionar a sua iniciativa de palestrar.

As palestras, como citamos, também precisam de um formato diferenciado para gerar resultados, afinal o tempo de contato com as pessoas é breve, e o impacto da mensagem precisa reverberar dentro das pessoas, afim de gerar mudanças de mentalidade que sustentem a busca de seus objetivos.

Cada um à sua maneira, coaching e palestras têm muito espaço e vantagens.

Considerações finais

Ainda que existam todas as vantagens que citamos, não existe obrigatoriedade em coaches se tornarem palestrantes de palco.

Algumas vezes as palestras online e lives podem se assimilar ao mercado de palestras ao vivo, mas existem grandes diferenças, especialmente no fator de que online você tem recursos para eventuais imprevistos, como anotações e edição de vídeos – a atividade de palco é diferente.

É uma oportunidade a se abraçar se você perceber que tem vocação para os palcos – mas é preciso preparo e método para elaborar uma apresentação memorável, que realmente cative as pessoas.

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    Jaison Veneri

    Jaison Veneri

    A SistemizeCoach é uma única plataforma para gerenciar todo o processo de coaching. Com a SistemizeCoach, você não precisará de Excel, Word, Skype e Outlook para gerenciar as suas sessões. Organize e profissionalize seus processos agora. Teste grátis:

    SistemizeCoach - Software para coaching

    Dificuldades na carreira de coach?
    Conheça estratégias e ferramentas no e-book: planejamento estratégico para coaches
    café com admMinimizar