Cirque Du Soleil no Brasil!!

Turma, agora é certíssimo!!!! Cirque du Soleil no Brasil!!!! Agosto em São Paulo, Outubro no Rio de Janeiro. Os ingressos começam a ser vendidos em Maio, e amanhã, 12 de Abril, para os clientes Prime do Bradesco (patrocinador da turnê no Brasil). O preço dos ingressos são altos, mas a apresentação deve ser inesquecível. <br />

Turma, agora é certíssimo!!!! Cirque du Soleil no Brasil!!!! Agosto em São Paulo, Outubro no Rio de Janeiro. Os ingressos começam a ser vendidos em Maio, e amanhã, 12 de Abril, para os clientes Prime do Bradesco (patrocinador da turnê no Brasil). O preço dos ingressos são altos, mas a apresentação deve ser inesquecível.

"Escolhemos o Saltimbancos para ser apresentado no Brasil. O espetáculo já foi visto por 9 milhões de pessoas em 19 países. Virão para o Brasil 51 artistas, músicos e acrobatas, que apresentarão uma nova visão da vida urbana, com a alegria e otimismo por meio da música da música e movimento", disse Matthew Jessner, diretor artístico do Cirque.


Saltimbanco é um hino à vida. Criado como um antídoto à violência e ao desespero tão prevalentes no século XX, este espetáculo fantasmagórico apresenta uma nova visão da vida urbana, transbordante de otimismo e alegria. Saltimbanco é tudo menos linear. Longe disso. Ele é um caleidoscópio, um turbilhão, uma aventura onde qualquer coisa pode acontecer. Saltimbanco tem sua própria linguagem, e seu espírito é transmitido através da voz, do movimento e da música.

O Circo não tem animais, não por preconceito, segundo Rob Mackenzie, diretor da turnê pela América Latina, mas porque a tecnologia é um ponto forte do grupo.

"Nós respeitamos a forma tradicional do circo, mas acrescentamos a tecnologia. Tenho certeza que o público brasileiro vai se maravilhar", afirmou.

"Não há um segredo para o sucesso do Cirque du Soleil. Só total dedicação, paixão e talento. Não há uma fórmula, mas a essência mesma do que fazemos e oferecemos, que não é um produto, mas uma experiência", afirmou Jessner.

No caso de "Saltimbanco", é uma verdadeira cidade em constante viagem: uma equipe de 125 pessoas, sendo 50 artistas, de 15 nacionalidades diferentes, que se movimentam de uma cidade a outra com uma carga de 57 contêineres, nos quais transportam toda sua parafernália circense, inclusive uma lona de 10 mil metros quadrados.

A equipe leva até professoras de nível básico para acompanhar a educação das crianças que participam do espetáculo. Entre eles, Max, de 10 anos, que venceu sua irmã na disputa por um dos papéis principais da obra e atua com os seus pais, também acrobatas.

"No espetáculo, o menino vai evoluindo, mas a sua figura é simbólica, representa a esperança, a liberdade, o futuro", explicou Jessner.

Para os produtores, "Saltimbanco" é o melhor espetáculo para apresentar-se pela primeira vez diante de um novo público, porque se centra mais no trabalho dos artistas e não tanto nas novidades mecânicas introduzidas pela companhia nos últimos anos.

"Isto é bom porque a gente vai vendo através do tempo uma evolução", disse Rob Mackenzie, gerente da viagem.

Embora esta seja a primeira atuação do Cirque du Soleil na América do Sul, a companhia canadense está presente na região há 12 anos com programas como o "Circo do Mundo", uma iniciativa para crianças com problemas sociais no Chile e Brasil.

Fernando Alterio, presidente da Corporação Interamericana de Entretenimento (CIE), disse que o show é grandioso e não só pelos investimentos, não revelados. Ele explicou que para dar ao espetáculo uma atmosfera mágica é preciso de muito material. São mais de 100 toneladas de equipamentos e um palco principal com 220 metros quadrados. Só para a montagem da tenda, que tem 17 metros de altura e 50,5 metros de diâmetro, são necessárias 80 pessoas.

Em São Paulo, a tenda será montada no estacionamento do prédio, ainda inacabado da Eletropaulo, na Marginal Pinheiros, bem próximo a Daslu, na Vila Olimpia. No Rio, o circo ficará no estacionamento do Barra Shopping. Espera-se um público de 240 mil pessoas na capital paulista e 120 mil no Rio. No Rio serão duas semanas em Outubro. O espetáculo não é curto: dura 2h40m. Na tenda cabem 2.500 pessoas. Haverá duas sessões aos sábados (17h e 21h) e domingos (16h e 20h).

O setor VIP custará R$ 220 de terça a quinta e R$ 250 na sexta, sábado e domingo. No setor 1 a entrada custará R$ 170 de terça a quinta e R$ 200 na sexta, sábado e domingo. O ingresso mais barato é o do setor 2: R$ 100 (terça e quinta) e R$ 120 (sexta, sábado e domingo). Meia entrada, somente com carterinha na mão.

"A parceria com o Cirque du Soleil marca um novo momento para nós. É o maior investimento já feito para trazer um espetáculo ao País", afirma Fernando Alterio, presidente da CIE Brasil.

A empresa divulgou apenas os investimentos de R$ 12 milhões destinados à divulgação do espetáculo, que irá utilizar os mais variados meios como filmes em TV, spots em rádio, mídia impressa, outdoor, entre outras. "Será uma ação bem agressiva", diz o presidente. As peças chegam à mídia a partir do próximo dia 30.

QUEBRA TUDO NO MUNDO DO MARKETING e NO UNIVERSO DO CIRCO!!!!

Cirque du Soleil no Brasil!!! Eu quero ver você lá!!!

Ricardo Jordão Magalhães
ricardom@bizrevolution.com.br
BIZREVOLUTION
www.bizrevolution.com.br




ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.