Chefes que gritam são os mais fáceis

Quanto mais gritar, mais emocional for, mais fácil de conduzir e manipular será

Acredito que todo mundo conheça ou até mesmo já teve um chefe sem educação, daqueles que reagem de forma desproporcional. Estou falando daquele chefe que gosta de gritar, não tolera erro, gosta de chamar seus funcionários de burros, seu clima organizacional é péssimo, seu modelo gerencial é baseado no medo, seu ditado é “Mande quem pode e obedece quem tem juízo”. Após esta caraterização já deve ter alguém em mente.

Vamos lá, esta reação é simplesmente emocional, irracional, esta pessoa não pensa antes de agir, age conforme seus instintos, doa a quem doer, e sempre saem feridos e machucados, em cada interação. Geralmente é fruto de um sentimento de insegurança, do próprio chefe, ora como é inseguro tecnicamente e profissionalmente, se sente abaixo de sua equipe, por isso precisa gritar e impor o medo, para se sentir superior: ‘Sabem quem manda aqui?”.

Imagine do ponto de vista do resultado corporativo, quantos talentos já foram perdidos por não suportar trabalhar com um chefe assim? Quanto passivo trabalhista já foi criado? Está na hora de dar um basta, se você é um funcionário e possui um chefe como o descrito, é chegada a hora de tomar a rédea e passar a conduzi-lo.

Para lidar com este chefe, basta cabeça fria, ter calma e paciência, não entre no jogo, afinal o que nos diferencia dos animais é que estes agem por instinto, eles não pensam, já nos seres humanos somos dotados da capacidade de pensar, bem é certo que aparentemente nem todos... Mas sim, entre um estimulo externo e a resposta, nós podemos pensar e determinar, escolher dentre várias opções como queremos agir, com base na resposta que queremos obter.

Serei mais claro, este chefe que age puramente por instinto, que é extremamente emocional, possui dificuldade em pensar, em criar uma linha racional de ação, isso faz com que suas respostas sejam puramente previsíveis, com grande exatidão podemos em cada momento imaginar quais as respostas iremos obter do mesmo, pois bem, se consigo prever a resposta que ele vai dar, consigo em grande parte influencia-la.

Assim posso administrar a informação ou a interação de tal modo a obter a resposta que pretendo atingir, em outras palavras, posso conduzir esse chefe, prefiro a palavra conduzir ao invés de manipular, esta última tem uma perspectiva de significado muito ruim. No mais é tentativa e erro, basta analisar cada interação, como eu comportei e que resposta eu obtive, a partir daí altero meu comportamento para obter outras respostas por parte de meu chefe.

Agora, caso o nobre leitor se identifique mais com o chefe que grita, será que já não está sendo manipulado por algum membro de sua equipe? Reconheça suas fraquezas, chefe não é super-herói, é ser humano como qualquer outro. Reconhecer suas fraquezas é se tornar mais forte!

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento