Bom de Gestão x Bom de Negócio

Caros amigos, boa noite.

Temos, em todas as corporações, dois perfis bem distintos de profissionais atuantes (lembrando que não são todas as pessoas que se encaixam): aquele que se destaca por ser "bom de gestão", enquanto temos também o reconhecido por ser "bom de negócio". Mas o que seria isso?


O "bom de gestão" seria o perfil que se encaixa praticamente em qualquer empresa. Sâo pessoas que têm facilidade em entender a dinâmica de funcionamento da companhia, e conseguem deixar tudo aquilo que está ao alcance muito bem organizado. Tem bom desempenho naquilo que fazem e, por conta disso, galgam postos importantes, bem como com o tempo acabam até gostando (em alguns casos) do que fazem. E nem todos os profissionais se encaixam neste perfil.



Mas há o contraponto: se desgastam bastante no dia-a-dia profissional, e muitos

não fazem aquilo que sempre sonharam, e ficam mais suscetíveis ao famigerado estresse. De tempos em tempos pedem alguns dias de descanso para re-estabelecer a si próprios, e reorganizar-se. Independentemente de sonho, este perfil visualiza a oportunidade (que geralmente referem-se a bons salários, alta qualidade de vida e condições de trabalho adequadas).

O "bom de negócio" é daquele perfil que não se encaixa em qualquer lugar. São pessoas que têm paixão pelo que fazem, não se importando com 12 ou mais horas diárias, sábados, domingos e feriados. Falam com orgulho daquilo que criam e desenvolvem à população. O tempo pode estar difícil no momento, mas a pessoa não esmorece e está sempre disposto a melhorias (consequentemente, realizando-se profissional e pessoalmente).

Porém aqui também há o contraponto: não se adaptam em todos os lugares, e mesmo diante de oportunidades que representem melhores condições profissionais e pessoais em geral, dispensam porque têm fixo o sonho na cabeça, e dele não largam facilmente. Pode também ficar mais tempo em dificuldades, mesmo assim não "largam o osso"; preferem encaram o mau tempo. E são poucos os profissionais neste perfil.

São perfis bem distintos, como apresentado no início, mas sabem conviver nas organizações, até por conta do dinamismo que os tempos atuais demandam dos envolvidos. Mas a reflexão de qual perfil cada um se encaixa é essencial, pois a partir disso mudanças importantes em cada profissional acabam por ocorrer.
ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento