Afinal, o que é BIG DATA?
Afinal, o que é BIG DATA?

Afinal, o que é BIG DATA?

A intenção do BIG DATA é fazer com que novas informações sejam criadas, com isso gerando novas ideias úteis de bens e serviços de valor significativo para à sociedade

A cada milésimo de segundo uma enxurrada de Dados são gerados e lançados neste infinito universo digital. A cada milésimo de segundo empresas perdem informações relevantes por não conhecerem ainda o mercado de Big Data ou por conhecerem e não ter capital para investir e, ou possuem conhecimento e infelizmente pensam que não precisam se preocupar com esta nova ideia de renovação.

Será que realmente não é algo relevante? Será que as empresas não precisam se preocupar de correrem atrás destas novas maneiras de conhecimento rápido para obtenção de seus resultados? Para os que estão buscando renovação e garantir a sua fatia nesta nova era, este artigo é para você.

Antes um desafio. Responda-me em pensamento...

O que é BIG DATA? Se você respondeu que é um conjunto de DADOS, muito bem, já possui um conhecimento básico e denota que está antenado no mundo magnífico digital. Parabéns!

Vamos agora aprofundar o assunto.

Afinal, o que é BIG DATA ?

É uma coleção de conjuntos de dados estruturados e não-estruturados. Muitas empresas ainda não sabem que estes DADOS estão disponíveis e que precisam ser analisados. Por falta de conhecimento ou por falta de ferramentas específico estes Dados são descartados sem qualquer significância. Exatamente quase tudo nos dias de hoje está interligado, ou seja, o seu relógio, smartphone, televisão e o seu computador interage desde o momento em que você acorda até a hora de você ir dormir, produzindo a cada segundo DADOS do seu dia a dia. Esses diversos objetos estão conectados capturando informações e cruzando-se para criar roadmaps, elaborando e prevendo o comportamento de todas as pessoas, principalmente neste mundo entre empresas e clientes.

Esses conjuntos de DADOS possuem limitações ao analisarmos, por serem grandes e complexos, os bancos de dados e aplicações tradicionais não conseguem processar todas estas informações para análise.

A intenção do BIG DATA é fazer com que novas informações sejam criadas, com isso gerando novas ideias úteis de bens e serviços de valor significativo para à sociedade. Por possuir um conjunto de DADOS grande e complexo o BIG DATA necessita de ferramentas com as quais conseguirá gerenciar grandes volumes de Dados, de maneira que todos estes dados possam ser encontrados e analisados em tempo real.

DADOS são transformados em informações que precisam ser analisadas por profissionais qualificados para que possam fazer sentido e gerar resultados positivos para as empresas.

Sistemas estruturados bem como ERP, CRM ou SCM são descartados apenas porque ninguém enxerga valor nas informações contidas. Informações estas, que não passam despercebidos na análise com Big Data.

Segundo à DATA SCIENCE o Google estima que a humanidade criou nos últimos 5 anos, o equivalente a 300 Exabytes de dados ou seja: 300.000.000.000.000.000.000 bytes de dados. E entre 2005 e 2020, o universo digital irá crescer de 130 exabytes para 40.000 exabytes ou 40 trilhões de gigabytes. E entre 2005 e 2020, o universo digital irá crescer de 130 exabytes para 40.000 exabytes ou 40 trilhões de gigabytes.

Tamanho do Big Data:

Gigabyte x 1024

Terabyte x 1024

Petabyte x 1024

Exabyte x 1024

Por fim, até 2020, o universo digital irá duplicar de TAMANHOOO. Necessitando a cada ano de uma nova ferramenta de engenharia para comportar todas estas informações. Por isso empresas devem sempre seguir os passos da Era Digital para que consigam sobreviver no mercado cada vez mais complexo e competitivo.

Fiquem conectados! No próximo artigo falarei da importância do BIG DATA para a sua empresa. Por que Big Data tem se tornado tão importante?


Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    café com admMinimizar