BALA! BALA! BALA!

O caráter não pode ser desenvolvido em um ambiente de calma e quietude. Somente ao viver dificuldades e sofrimentos o seu espírito pode ser alimentado, o seu coração inspirado, e o sucesso atingido. A coragem é o escudo da vida. Liberdade? Descubra por si só o que isso significa. <br /> <br />

Os meus textos estão disponíveis em MP3. Para ouvir o texto que segue em MP3, clique aqui.

O caráter não pode ser desenvolvido em um ambiente de calma e quietude. Somente ao viver dificuldades e sofrimentos o seu espírito pode ser alimentado, o seu coração inspirado, e o sucesso atingido. A coragem é o escudo da vida. Liberdade? Descubra por si só o que isso significa.


Querida(o) Amiga(o),

O ano é 2015. A escola é de classe média-alta. Uma rodinha de meninas, clonadas nas roupas, cabelos e maquiagens, na saída da escola, conversam entre si, uma diz, "O meu pai tem um 38 a laser", a outra diz, "O meu pai tem um 45 três em um, aquele que vem com facão, telefone celular e MP3", a outra diz, "O meu pai tem um 53 cinco em um, dá tiro, solta fogo, vira cacetete e ainda tem celular e camêra filmadora digital".

O ano é 2005. O centro empresarial é de classe média-alta. Uma rodinha de executivos e empresários engravatados sem paletó, crachás no pescoço, metas para bater, conversam entre si, um diz, "Eu sou contra o desarmamento, desarmar a população não resolve nada", outro diz, "O desarmamento só vai servir para aumentar o contrabando de armas", e outro diz, "O desarmamento só vai servir para facilitar a vida dos bandidos".

Domingo é dia de Ética.

Dia de Decisões Éticas.

Domingo, eu poderia votar pelo NÃO no referendo pelo desarmamento, eu poderia votar pela BALA, pelo MEDO, pela FALTA DE CORAGEM em viver sem armas no mundo das armas.

Eu poderia votar pela minha SEGURANÇA, pelos meus INTERESSES PESSOAIS, pelo materialismo das coisas que eu não quero me desprender.

Eu poderia votar pelo meu DIREITO de fazer o que eu quiser, comprar o que eu quiser, me defender como eu quiser.

Domingo, eu poderia votar pelo NÃO, mas não, domingo, eu vou votar pelo SIM.

É uma decisão difícil. Lá dentro de mim, lá no fundo da alma, o revolucionário pede para eu votar NÃO.

Eu poderia votar pelo NÃO, porque eu acredito no SER HUMANO e na sua capacidade de depor as armas SOZINHO, sem imposição, regras e leis feitas por governos corruptos, políticos ignorantes, projetos sociais-comunistas-nacionalistas, liderados por estados soberanos patriarcais.

Eu poderia votar pelo NÃO, porque eu acredito que o SER HUMANO pode aprender SOZINHO, tombando aqui, levantando ali, apanhando aqui, superando ali, o que é melhor para si mesmo.

Mas não, domingo, eu vou votar pelo SIM.

Eu voto SIM porque eu acredito em INOVAÇÃO e PROGRESSO.

Eu voto SIM porque eu acredito em algo muito simples: A coisa mais ignorante que alguém pode fazer ao tentar resolver um problema que parece insolúvel, é continuar a adotar, ano após ano, as mesmas formas de resolver esse problema, ignorando a necessidade de FAZER ALGO DIFERENTE, às vezes RADICAL, de preferência INOVADOR, para alcançar a solução.

Se a maneira de viver hoje, com as pessoas armadas, nervosas, andando livremente por aí, trouxe-nos até aqui, PRESERVAR essa maneira de viver, acreditando burramente que essa maneira de pensar e considerar as pessoas a nossa volta irá nos levar a resultados DIFERENTES, MELHORES e mais SAUDÁVEIS, é uma TREMENDA IGNORÂNCIA.

Eu voto SIM porque eu quero EXPERIMENTAR O NOVO.

Eu voto SIM porque o SIM ainda NÃO FOI EXPERIMENTADO.

Eu voto SIM porque eu quero pagar para ver um Brasil DIFERENTE.

Eu voto SIM porque NÃO EXISTEM PROJETOS DE LONGO PRAZO.

Não existe passado, não existe futuro, só existe o HOJE. "E se...", "Pode ser..", "Provavelmente será...", "O que eu vou fazer... " é tudo balela. O que existe é o HOJE. As escolhas de HOJE vão determinar TUDO. O futuro não está escrito. O passado não interessa. É natural ao Ser Humano ser negativo. Afaste-se dessa natureza ao abraçar o NOVO.

Eu voto SIM porque o verdadeiro DIREITO que o SER HUMANO tem na vida é PENSAR e não portar uma arma para fingir que consegue se defender ou parecer que é o Xerife da cidade.

Eu voto SIM porque eu quero experimentar um mundo TRANSPARENTE.

Eu voto SIM porque eu quero ver o brasileiro forçar-se a ser um CIDADÃO politizado, civilizado, EXIGENTE e comprometido com o ano de 2015.

Eu voto SIM.

Mas eu quero deixar uma mensagem bem clara para todos os políticos dessa terra-brasilis: eu estou de olho em vocês. Eu quero REFORMAS. Eu quero INOVAÇÃO. Eu quero 50 anos em 5! Eu NÃO quero melhorias, eu quero SALTOS de progresso, trabalho, inovação, empreendedorismo, educação e saúde para esse povo massacrado pela corrupção, egoísmo e indiferença que vocês pregam.

Lula, eu estou de olho em você. Eu estou de olho nos seus discursos Castrianos e Chavianos, na pizzaria que você vai presidir, na ignorância com que você trata a Era Moderna e o Brasileiro consciente.

Eu voto pelo SIM!

BALA! BALA! BALA! É dando que se recebe.

QUEBRA TUDO! Foi para isso que eu vim! E Você?

Ricardo Jordão Magalhães
Seu Amigo
E-Mail e Messenger: ricardom@bizrevolution.com.br
BIZREVOLUTION undefined

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.