Atitudes empreendedoras em Administração
Atitudes empreendedoras em Administração

Atitudes empreendedoras em Administração

Neste artigo, escrevo sobre empreendedorismo e administração

À parte das múltiplas definições possíveis para empreendedores, é assertivo e pragmático denominá-los realizadores. Um tipo particular de realizador, cujas realizações ocorrem, frequentemente, na ausência das condições favoráveis, ao menos no início do empreendimento.

Não por acaso, este também é o ponto de partida dos novos projetos de Administração e de inovação. Se pensarmos no profissional de administração como alguém que visualiza oportunidades, enfrenta dificuldades e desenvolve caminhos para viabilizar o mercado, veremos que estamos tratando de um tipo de empreendedor.

O empreendedor lato sensu parte do sonho, o empreendedor em administração parte do conceito que traduz a realidade. As posteriores fases de incubação, idealização, projeto, teste, viabilização econômico/financeira, execução e implantação são comuns a nossos dois personagens.

Também, não por acaso, os empreendedores de maior sucesso são profundamente envolvidos e instrumentalizados em administração e/ou associam-se a pessoas com estas competências.

O empreendedor, assim como o profissional de administração, deve abandonar o mito do herói solitário e buscar em um parceiro/equipe a diversidade de perspectivas, estilos de pensamento, vivências e competências particulares que tornam um bom projeto, um grande projeto.

A fome do conhecimento e a sede de fazer acontecer, quando associadas geram um poderoso impulso realizador que sobrepõe às dificuldades inerentes ao mercado e à concorrência.

Verdadeiros empreendedores são aqueles que fazem as coisas acontecerem, exercem uma atitude concreta de transformação da realidade à sua volta.

As maiores dificuldades encontradas são de origem comportamental. Sim, as dificuldades comportamentais são maiores que as oriundas da natureza do mercado e seus diversos players já estabelecidos.

Como propôs o escritor francês Marcel Proust: “Os dias são iguais para um relógio, mas não para um homem.” O que define o sucesso de um business plan, de um planejamento estratégico são a capacidade de realização (característica comportamental, por excelência) e a percepção do mercado em função de seus esforços de administração; assim empreendedorismo e administração não são atividades de laboratório que ocorrem nas “CNTP" mas atividades humanas que ocorrem no mudo real onde as interações se dão entre pessoas reais.

Sem prescindir da ciência de empreender e da ciência da administração, entendidas nas importantes contribuições teórico/conceituais desenvolvidas ao longo de décadas e décadas de estudo, precisamos abandonar uma visão cientificista que acredita, ingenuamente, que se a equação está bem formulada o problema está resolvido. Equações humanas possuem variáveis humanas que não somente são imprevisíveis, como incoerentes.

Compreender quais são e como vencer estas incoerências, como humanizar, de forma pragmática, teoria e prática do ato de empreender, desmistificando a figura do empreendedor, sempre visto como alguém dotado de uma lista de características especiais, e apresentá-lo como uma pessoa comum que obtém realizações extraordinárias porque aprendeu a orientar seu comportamento de forma a aprender, priorizar e realizar é a missão do meu mais novo livro: Atitudes Empreendedoras - Como transformar sonhos em realidade e fazer seu projeto de vida acontecer (Porfolio Penguin).

Mais que brilhantismo, genialidade e ineditismo, profissionais de administração precisam desenvolver atitudes que lhe permitam ler a realidade com precisão, traduzi-la em soluções na forma de produtos e serviços capazes de transformá-la e conquistar seu lugar no mercado. Para isto mais que teoria, é preciso atitude, uma atitude empreendedora, que não apenas busca ou possui conhecimento, mas aplicá-o na construção de uma nova realidade.

Todos vivemos sobre o mesmo céu, mas nem todos temos o mesmo horizonte. As circunstâncias e cenários macroeconômicos são os mesmos para todos, mas nem todos atingirão os mesmos resultados. Empreenda!

Quando o mercado está difícil é que se conhecem os grandes profissionais de administração!

Não se assuste com os obstáculos, foque nos objetivos.

Realize! Faça acontecer!

ExibirMinimizar
aci baixe o app