As empresas querem realmente diferenciar?

Hoje em dia estamos passando por um tempo difícil para o marketing, pois os produtos são muito homogêneos e acabamos por cair na diferenciação de preço e isso é extremamente ruim para o marketing e ainda tem os profissionais ruins que copiam as boas idéias, ou seja, você cria um bom produto com inovações e logo é copiado e tudo se torna igual novamente. Acontece que as empresas hoje em dia querem realmente se diferenciar? Eu acho que não, é muito mais fácil ir atrás de preço baixo, fazendo parcerias com fornecedores ou otimizando a cadeia logística, não estou dizendo que fazer essas coisas são erradas, mas as empresas estão se concentrando apenas nisso. Então por que diferenciar se todo mundo vai copiar??? Outro problema é quando aparece alguma idéia nova na empresa para diferenciar algo as pessoas logo pensam que não vai dar certo, que o público não vai assimilar e ficam impondo obstáculos, pois ficam com medo de investir em algo novo e dar errado. Não pensam em avaliar se essa inovação vai agregar valor, se tem relevância com o público alvo. No meu ver das coisas, que não é de um profissional gabaritado ou algo do tipo, as empresas tem sim que inovar, por mais que sejam copiadas, elas não percebem que ao serem copiadas estão definindo tendências do mercado e se tornando cada vez mais gabaritadas. Devemos hoje em dia cada vez mais procurar mudar os padrões e mostrar toda a criatividade possível. Outro dia me deparei dando uma idéia para meu patrão com uma inovação para conscientização do cliente sobre o por que do nosso preço mais alto do que o concorrente, que é por que nós usamos matéria-prima de melhor qualidade, e ele me respondeu que o cliente não queria saber, que queria preço baixo e não se importava com qualidade, visão que eu não compartilho com ele, ou seja, ele descartou minha idéia por que ficou com medo de inovar e mudar o padrão de brigar por preços, se idéia tivesse vindo dele talvez ele até aceitasse, ele não queria arriscar tentar avisar os clientes em potencial que seu produto era melhor que o outro, pois ele acha que isso não trará resultados. Empresas e empreendedores inovem, mudem, transformem, definam as tendências do novo mercado. Só dessa forma as empresas e os produtos vão evoluindo, se as pessoas se conformarem com somente a guerra de preços os produtos e serviços daqui a mil anos estarão do mesmo jeito que se encontram hoje. Os empresários podem até se conformar com isso, mas o consumidor não se conforma.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.