As distâncias no transporte internacional

Das muitas vezes que as empresas desejam simular importações ou exportações, sejam marítimas, aéreas ou rodoviárias, além do comparativo de preço, a questão do tempo de entrega da carga de um ponto ao outro também é passível de decisão no que se refere a escolha da modalidade de transporte, mesmo que o custo seja maior, justamente pela urgência ou necessidade do cumprimento de contratos e exigências de eventuais clientes

Das muitas vezes que as empresas desejam simular importações ou exportações, sejam marítimas, aéreas ou rodoviárias, além do comparativo de preço, a questão do tempo de entrega da carga de um ponto ao outro também é passível de decisão no que se refere a escolha da modalidade de transporte, mesmo que o custo seja maior, justamente pela urgência ou necessidade do cumprimento de contratos e exigências de eventuais clientes.

Deste modo, neste artigo esclareceremos aos leitores, o tempo estimado que cada tipo de transporte costuma proceder para algumas das rotas mais importantes dentro do comércio exterior brasileiro.

Consideraremos nesta análise, cargas com destino ao Porto de Santos, bem como os aeroportos de Viracopos e Guarulhos.

No que concerne ao transporte aéreo, a escolha da companhia responsável pelo embarque, influencia diretamente no transit time e, por este motivo, destacaremos a média destes períodos com relação aos países citados. Cargas originárias do continente asiático, em especial as rotas relacionadas a Shanghai, na China e Hong Kong, por exemplo, possuem uma estimativa de viagem de cerca de 4 a 5 dias. Já cargas oriundas de Narita no Japão, normalmente possuem um tempo de rota de 6 a 8 dias. No continente Norte Americano, considerando os Estados Unidos como origem da carga, mais precisamente Miami, em especial, notamos que o tempo de viagem é de cerca de 9 horas, enquanto que 1 dia para Los Angeles. Nas rotas europeias, cargas com origem na Itália, Inglaterra e Espanha, possuem um tempo médio 3 dias de viagem, enquanto que Alemanha, dependendo da companhia, pode variar de 1 a 3 dias de transit time.

Em comparação, seguiremos com a análise do transit time médio para embarques marítimos. Para os portos de Ningbo e Shanghai, na China, estima-se um período de viagem de cerca de 30 dias, enquanto que uma viagem partindo do porto de Nagoya no Japão, normalmente chega a um tempo de viagem de 35 dias. Os portos de Miami e Houston nos Estados Unidos, possuem transit time médio de 15 e 20 dias respectivamente. Dentro do continente europeu, saídas do porto de Tilbury na Inglaterra, bem como do porto de Hamburgo na Alemanha levam em média 18 dias de viagem. Já do porto de Genova na Itália e do porto de Barcelona na Espanha este período vai para 20 e 25 dias respectivamente.

Dentro da América do Sul, as cargas de origem aérea possuem um período de poucas horas até o desembarque em Viracopos ou Guarulhos. Enquanto que na modalidade marítima, o transit time de países como Argentina, Chile e Equador, levam em média 4, 18 e 25 respectivamente.

As distâncias no comércio internacional fatalmente serão ponto de decisão de sua empresa no que diz respeito a escolha da modalidade de embarque. Programe-se e usufrua o que de melhor cada modalidade pode oferecer para sua empresa.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento