Ampliando as possibilidades

Em nosso dia a dia nos deparamos com os mais diversos temas, boa parte de tudo que pensamos não nos revela utilidade. Quase todos nós já tivemos dificuldades para dormir uma noite devido a pensamentos relativos a um problema que enfrentaríamos no dia seguinte. Nestes momentos a criatividade aflora de maneira que parece não ter fim, quando isto acontece a melhor ação é lembrarmos que não temos bola de cristal e dormir, pois, na maioria das vezes, no dia seguinte, o desenvolvimento do tema e a solução dos problemas, são completamente diferentes de tudo que pensamos. Gosto muito de uma frase de Heráclito, (500 a.C.), "Espere o inesperado ou você não o encontrará." Com este insight, ele nos sugere acreditar nas inúmeras possibilidades que a vida nos oferece e abre nosso pensamento em um leque de opções diante das mais diversas situações. Não vale a pena desperdiçarmos energia com suposições ou com pensamentos fixos ou engessados. podemos expandir nosso pensamento direcionando para fora dos limites convencionais. Esse exercício pode ser muito útil e nos ajudar a encontrar soluções, muitas vezes simples, para problemas complexos. Para manter o foco de nossos objetivos precisamos de alternativas e isto só é possível se ampliarmos as possibilidades. Ouvi uma frase numa música do compositor Osvaldo Montenegro, "...como o pescador que se encanta mais com a rede que com o mar." Esse é um exemplo típico de alguém que se permitiu a novas possibilidades, não significa ter perdido o foco, o objetivo. Rede, mar e peixe são partes de um mesmo universo. Claro, na música a frase funciona com conotação poética, expressando um sentimento e um momento de um personagem, no entanto, o pescador da vida real não esquece o peixe por ter se deslumbrado com a rede ou com o mar, os três componentes compõem a pesca, que é seu motivo em busca do peixe. Toda tarefa, por mais simples, exige concentração, isso não nos quer dizer que devemos ter o pensamento linear, voltado para um ponto único. A concentração exige cautela e atenção às variáveis e às regras. Muitas vezes uma venda, um jogo de futebol ou uma corrida se perdem pelo detalhe de uma variável inesperada. A concentração e atenção às possibilidades, são pré-requisitos indispensáveis para o sucesso de um projeto. É necessário estarmos preparados, o inesperado não pode surpreender, é preciso ativar o ajuste fino da sensibilidade para distinguir a concentração de pensamentos que surgem durante a noite, estes só confundem e nos desviam do que realmente interessa. Não podemos evitar um pensamento, são involuntários, no entanto, podemos controlar sua continuação. A primeira parte da concepção de um projeto é o planejamento, nesta fase, devemos prever um espaço para o inesperado, para o imprevisto. O planejamento é uma rota que traçamos como guia em direção a uma meta, devido a variáveis e imprevisões, esta rota, sofrerá correções durante a execução do plano. Observar o tempo e o compasso de uma música, nos ajuda a entrar no ritmo, perceber a harmonia e a melodia. Na vida é assim também, começamos engatinhando, acertando o passo, logo estamos de pé caminhando. Observar as possibilidades e atentar para o inesperado nos permite descobrir novos caminhos que nos levarão a novas realidades e a novos sonhos.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.