Aguarde! Um novo "eu" em construção...

Estar aberto a novos conhecimentos é fantástico

Como faço todos os dias coloquei uma musiquinha ao fundo para tocar e fazer barulho na casa enquanto buscava minha leitura do dia e logo prestei atenção ao que tocava, metamorfose ambulante do raul seixas e nesse exato momento que fez todo o sentido pra mim, as mudanças da vida, não sei se foi exatamente esta idéia que ele quis passar, mas senti todo meu corpo vibrar como se tivesse achado uma grande resposta.

Me dei conta do "eu" fechado e quadrado que me tornei. Imutável. Acabei acreditando na grande farsa do ego, onde somos detentores do conhecimento e nos escondemos atrás de uma grande fachada de "quem" nunca fomos. Me dei conta da infinidade do mundo e do quão pequena sou diante dessa imensidão. Um peixe criado dentro de um aquário que acredita que nadar em círculo é a forma correta de se viver. Tem um mundo aí fora pronto para ser conquistado, esperando para ser explorado. E até hoje o que eu fiz? confiei em falsas verdades que me contaram, que me obrigaram a acreditar.

E agora de fato posso entender o que são essas tais crenças limitadoras. Ladras de sonhos. Elas são aqueles "Nãos" sabotadores, são aqueles medos que nos bloqueiam mediante a oportunidades, são aqueles desvios de rotas dos nossos sonhos. São aquelas memórias infantis, quando nos falavam "isso não é para o seu bico", "esquece esse sonho, você é pobre" ou até mesmo aquele "pau que nasce torto nunca se endireita". Estes vírus que instalam em nossos cérebros quando ainda crianças, são confirmados em nossa fase jovem, e nos fazem acreditar que o impossivel realmente existe, e que você jamais poderá ser realizador de grandes feitos.

Por isso acabo de decidir que seguirei o conselho do Bruce Lee e me tornarei água, que tudo se molda, que segue seu fluxo e contorna seus obstáculos pelo caminho. Hoje aprendi com o Raul que eu prefiro ser essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Que tem um universo de possibilidades me esperando. Que independente do que me fizeram acreditar, eu posso ser quem eu quiser. E que o que os outros pensam sobre mim é problema deles não meu. Que eu sou um ser aberto a novos conhecimentos, a novas conquistas, que não sou mais aquela pessoa que você conheceu, quero que você tenha a oportunidade de descobrir esse novo ser totalmente mutável, errante e que está em busca de evolução constante. Prazer, esse é o meu novo EU.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento