ADMINISTRAÇÃO RURAL

ADMINISTRAÇÃO RURAL

A administração é uma ciência e também uma arte. Ciência porque possui um referencial teórico próprio, possível de ser tratado pelo método científico e arte porque se inclui na resolução dos problemas que surgem na condução das organizações, habilidade, sensibilidade e intuição. A administração rural é considerada um dos ramos de ciência administrativa.
A administração rural surgiu no começo do século XX junto às universidades de ciências agrária, na Inglaterra e Estados Unidos nos chamados "land grant" com a preocupação de, sobretudo, analisar a credibilidade econômica e técnicas agrícolas. (AZER, ONLINE). Administração rural é o conjunto de atividades que facilitam aos produtores rurais a tomada de decisões ao nível de sua empresa agrícola, com o fim de obter melhor resultado econômico, mantendo a produtividade da terra. (EDITORIAL, 2004, ONLINE)
De acordo com Hoffmann (1987), a Administração Rural, é o estudo que considera a organização e operação agrícola, visando ao uso mais eficiente dos recursos para obter resultados compensadores contínuos. É tomada como função produtiva, consiste fundamentalmente em atos de decisão e, problematicamente, em distribuição de recurso, de modo a responder: o que produzir, como, quanto e com quais recursos, sendo estes considerados fatores e agentes de produção. Além disso, visamos responder também à questão para quem produzir, concernente a fatores de comercialização. (BRANDT, 1973).
Também trata prioritariamente da área de produção e a função do controle, desenvolve trabalhos e estudos de extensão, envolvendo principalmente a alocação de recursos e os registros contábeis e financeiros, sendo a contabilidade o instrumento "gerencial" mais divulgado. (AZER, ONLINE), esta se utiliza de conhecimentos básicos fornecidos pela economia rural e outras Ciências Sociais, igualmente, ela se apropria de conhecimentos técnicos fornecidos pela agronomia (Zootecnia, Engenharia rural) etc. Por isso, o programador de um estabelecimento dificilmente pode atuar isoladamente (HOFFMANN, 1987).
O conceito geral de administração rural se relaciona à necessidade de controlar e gerenciar um número cada vez maior de atividades, que podem ser envolvidas dentro de uma propriedade do setor agropecuário. (ANTUNES, 1999).
A administração rural passa por várias modificações estruturais e comportamentais frente à nova ordem mundial de globalização, consumindo conceitos antigos e reconhecendo suas teorias na busca do aperfeiçoamento organizacional para a empresa rural. A nova ordem da administração rural vem mostrar aos administradores uma quebra de paradigma, onde os conceitos de propriedade rural familiar deram lugar à empresa rural administrada por profissionais detentores do conhecimento científico, adaptando de forma flexível os conceitos administrativos à realidade das empresas agrícolas brasileiras. (AZER, ONLINE)

REFERÊNCIAS


ANTUNES, Luciano Médici. Manual de administração rural: custos de produção. Guaíba: agropecuária, 1999

AZER, Adriano Marques. Tempos Modernos da Administração Rural. Disponível em: <http://www.fucamp.com.br/nova/revista/revista0609.pdf>. Acessado em maio de 2009.
.
BRANTE, Sergio Albert. O Planejamento da Nova Empresa Rural Brasileira. Rio de Janeiro: APEC, 1973.

___. Administração Rural. 2004. Disponível em: <http://www.administradores.com.br/artigos/administracao_rural/10206/>. Acesso em março de 2009.

HOFFMANN, Rodolfo. Administração da Empresa Agrícola. São Paulo: Pioneira, 1987.

.

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    café com admMinimizar